Translate

sexta-feira, 10 de julho de 2015

Incidente na Floresta de Rendlesham em 1980


O Incidente na Floresta de Rendlesham é o nome dado a uma série de relatos de avistamentos de luzes inexplicáveis e a alegada aterrissagem de um ou mais veículos na Floresta Rendlesham, em Suffolk, Inglaterra, em duas noites no final de dezembro de 1980, próximo a base Woodbridge , que foi utilizado na época pela Força Aérea dos EUA.
Pessoal da Força Aérea, incluindo o vice-comandante da base de Tenente-Coronel Charles I. Halt afirmou ter visto coisas que eles descreveram como um avistamento de OVNI.
A ocorrência é um dos relados de OVNIs mais famosos já acontecido na Grã-Bretanha, e está entre os mais conhecidos em todo o mundo. Tem sido comparado ao Caso Roswell, ocorrido nos Estados Unidos, e é por vezes referido como “Roswell britânico”.
O Ministério da Defesa chegou a afirmar aque aquele evento não representava nenhuma ameaça para a segurança nacional, e, portanto, nunca foi investigado por uma questão de segurança.
Os avistamentos foram explicados como uma má interpretação de uma série de luzes noturnas – uma bola de fogo, farol e estrelas brilhantes.
Uma teoria proposta é que o incidente foi uma farsa. Um ex-policial de segurança dos EUA, Kevin Conde, reivindicou a responsabilidade ao sugerir que teria criado luzes estranhas na floresta em torno de um veículo cujas as luzes de polícia que ele tinha modificado. No entanto, Conde não apresentou nenhuma evidência.
Outras explicações para o incidente está o suposto abatimento de um satélite espião soviético, mas nenhuma evidência foi produzida para suportar isto.