Translate

sábado, 12 de março de 2016

Cientista do Departamento de Defesa dos EUA alega ter tido encontro com OVNI

OVNI no Canadá
Um cientista que trabalha para o Departamento de Defesa dos Estados Unidos é o mais recente ex-oficial militar a delatar fatos sobre alienígenas e OVNIs.
O perito em sistemas eletromagnéticos e de laser, que pediu para manter seu nome em sigilo a fim de salvaguardar sua carreira, alega ter visto um OVNI extraordinário, no formato de receptor de aparelho telefônico, nas florestas de Ontário, Canadá, durante uma caçada.
O homem relatou seu suposto encontro numa entrevista de 40  minutos com a MUFON –  Mutual UFO Network, a maior organização de investigação de OVNIs do mundo. Ele disse que fazia parte de uma equipe de três caçadores, numa viagem que ocorreu em 28 de agosto de 2014, aproximadamente às 21h40, quando a ‘nave’ foi vista a somente 120 metros de distância deles, por aproximadamente seis minutos.
Os outros dois homens na equipe também não se identificaram.
Ele alega ter observado o objeto através da luneta de seu rifle.
Numa vídeo entrevista para a MUFON, ele disse: “Estávamos dirigindo por uma rota de lenhadores, em direção à autoestrada principal, quando apareceu esta nave em altitude baixa o suficiente para vê-la através do para-brisas.
“Eu diria que ela estava no máximo entre 15 a 18 metros de altitude.  Tirei a luneta de meu rifle para fora da mochila, abri a janela e me pendurei para fora, a fim de observar a nave.”
Ele a descreveu como tendo um “intenso brilho” gerando uma intensidade de luz similar à iluminação de um estádio.
“Estive envolvido com sistemas operacionais no passado, e esta coisa tinha luz coerente; era ‘salgada’ aos olhos quando você olhava para ela, como se estivéssemos olhando para um laser que tinha passado através de uma grade de difração, ou algo desta natureza.  Não era um laser focado…  Uma das testemunhas ao meu lado ficou assustado e disse ‘o que é isto?’ e a outra pessoa disse atire nele; mas eu disse que não podia atirar em algo que não era identificado.”
O homem disse ter feito várias notas mentais sobre o objeto, estimando ter 50 metros de comprimento, 6 metros de espessura, com um diâmetro de aproximadamente 18 metros.  Ele disse:
“Parecia como se fosse feito de uma pedaço de mercúrio forjado.  Ele era brilhante e polido. Não havia nenhuma linha ou rebite. Sou piloto, assim eu estava olhando por todos os detalhes que você veria numa aeronave.  Eu estava procurando por linhas na fuselagem que indicariam uma porta ou um equipamento de pouso.”
A testemunha alega que pela maior parte do evento nenhuma câmera funcionava, mas após a nave estar a 400 metros de distância, ou mais, tudo voltou a funcionar.  Ele ainda disse que eles foram capazes de registrar uma assinatura eletromagnética vinda dele, mas o homem não alega que tenha sido definitivamente uma nave alienígena.  Ele acredita que poderia ser algum tipo de tecnologia secreta de governos da Terra.
O homem está requerendo a todos que viram uma nave similar, ou qualquer cientista avançado com conhecimento de rádio de alta frequência ou sistemas de geração de campo de frequências, que se manifestem.
Ele disse: “A razão principal de eu estar fazendo isto é que estou procurando por ajuda para tentar encontrar como este veículo voava”.
O caso está sendo investigado pela MUFON do estado de Indiana, nos EUA.
Abaixo, o vídeo em inglês sobre o incidente:

Fonteexpress.co.uk