Translate

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Gravam ao vivo misteriosos sinais de radio procedentes do espaço a 5.500 milhões de anos luz



Os cientistas detectaram um sinal estranho e muito forte no espaço profundo, a 5.500 milhões de anos-luz de distância. Acredita-se que  seja uma explosão maciça de ondas de rádio, um evento cósmico chamado 'blitzar'.

O chamado 'blitzar', é um  surto de radiação eletromagnética, com duração de apenas um milésimo de segundo , mas produz tanta energia como o Sol em vários bilhões de anos . Agora os astrônomos  foram capazes de detectar essa atividade em explosão, informou a revista científica "New Scientist" .

Emily Petroff, cientista  da Universidade de Swinburne, em Melbourne (Austrália), e um dos membros da equipe que monitoravam o fenômeno através de  telescópios , sustenta que o flash de origem estava perto da constelação de Aquário. Esta revelação permite aos astrônomos excluir outras causas que poderiam ter gerado a explosão, como surtos de raios gama e supernovas.

Além disso, no observatório de dados descobriram novas propriedades desses flashes. As ondas de radiação electromagnéticas parecem ser circularmente polarizados e não linear. Isto demonstra que estas ondas vibram em duas superfícies planas. 

Se pudermos encontrar fontes de energia que geram esses surtos , poderíamos calcular a densidade do meio interestelar. Para saber este valor, os astrônomos poderiam resolver um dos maiores enigmas , sobre como o universo evoluiu.
RT