Translate

quarta-feira, 11 de março de 2015

A probabilidade de você existir: ciência e Budismo

Adicionar legenda

Para mostrar o quanto cada vida humana é preciosa, Mel Robbins, autor de livros de auto-ajuda, disse durante uma palestra num TED Talk de 2011 que a probabilidade de você ter nascido é de cerca de uma em 400 trilhões. É a probabilidade de você ter nascido na época em que nasceu, dos pais dos quais você nasceu e com composição genética única com a qual você nasceu.
Dr. Ali Binazir foi mais longe ainda. Depois de assistir à palestra de Mel Robbins, Dr. Binazir calculou a probabilidade de sua prórpia existência. Dr. Binazir é um escritor especializado em transformação pessoal. Ele estudou em Harvard, formou-se em medicina pela Universidade da Califórnia e em filosofia pela Universidade de Cambridge.
Para isso, primeiro, Dr. Binazir calculou as chances de seus próprios pais terem se encontrado antes dos 25 anos de idade entre milhões de outros seres humanos que vivem na Terra. Depois, avaliou as chances de eles terem estabelecido um relacionamento que resultou num casamento que gerou um filho (Dr. Binazir) a partir do encontro de um óvulo e de um esperma, entre milhões de outros, que se uniram para gerá-lo. Dr. Binazir considerou também todos os seus antepassados ​​conhecidos nesse cálculo.
A conclusão de Binazir foi: “A probabilidade de você existir e ser exatamente como você é, em termos práticos, é zero”.
Ele ilustração essa probabilidade desta maneira: “Equivale à probabilidade de dois milhões de pessoas se reunirem para jogar dados com dados que têm um trilhão de lados e, cada uma delas tirar o mesmo número no dado na primeira vez, por exemplo, 550343279001″.
“É um milagre; é um evento tão improvável que pode ser considerado praticamente impossível. Por meio disso, eu quero mostrar que você é um milagre”, escreveu ele. “Agora, vá em frente, siga adiante e aja à altura do milagre que você é”.
Os budistas também falam a respeito da preciosidade de reencarnar como ser humano. Dr. Binazir reconta uma analogia que é dita num conto do Budismo mais ou menos da seguinte forma: “Imagine que uma boia salva-vidas seja lançada ao mar em algum lugar de algum dos oceanos; imagine também que existe somente uma tartaruga em todos esses oceanos e que ela está nadando sob o mar em algum lugar do mundo. A chance de você ter sido gerado e de existir como você é agora é a mesma de a tartaruga colocar a cabeça para fora da água bem no meio da boia salva-vidas e isso numa única vez”.
Dr. Binazir decidiu validar essa compreensão budista tendo como base a compreensão científica moderna. Ele olhou para o tamanho da superfície dos  oceanos em comparação com o tamanho de uma boia salva-vidas e calculou que as chances de uma tartaruga colocar a cabeça para fora bem no meio da boia salva-vidas é de cerca de um em 700 trilhões.
“Uma em cada 400 trilhões de acordo com a ciência moderna [Mel Robbins] contra uma a cada 700 trilhões de acordo com o Budismo. Tenho que dizer, os dois números são muito próximos embora venham de duas fontes completamente distinta: uma de acordo com um antigo conto do Budismo e outra segundo a ciência moderna”.
Independentemente, de algum eventual questionamentos estatísticos ou científicos nos cálculos do Dr. Binazir, o importante é sua mensagem: “sua vida é um milagre, por isso, vá em frente, siga adiante e aja à altura do milagre que você é”.