Translate

quinta-feira, 5 de março de 2015

Campo entre partículas é influenciado pela mente humana, diz físico

Adicionar legenda

O físico William A. Tiller, professor da Universidade de Stanford, tem pesquisado um nível da realidade física que até então permanecia indetectável pelos instrumentos de medição convencionais.
Ele diz que existem dois tipos de substâncias:
1. O nível elétrico dos átomos/moléculas: Substâncias neste nível podem ser medidas com instrumentos tradicionais. Podemos medi-las através de suas cargas elétricas.
2. O nível das ondas de informação magnética: Tiller explica em umaintrodução de sua pesquisa em seu site: “Este novo nível de substância, pelo fato dele funcionar no vácuo físico (o espaço vazio entre as partículas elétricas fundamentais que compõem nossos átomos e moléculas), ele é quase invisível para nós e para nossos instrumentos de medição tradicionais.”
Este segundo tipo de substância tem grande poder, e é afetado pelo pensamento humano.
O poder das ondas de informação magnética
Tiller coloca a energia do nível das ondas de informação magnética em perspectiva em uma entrevista para o documentário “What the Bleep Do We Know?” (Quem somos nós?). Ele compara a energia latente de todo o universo conhecido com a energia latente do vácuo dentro de um único átomo de hidrogênio.
A energia latente em um átomo é um trilhão de vezes maior do que estima-se existir no espaço do universo conhecido.
“Apenas um pouco do vácuo (já) supera toda a massa e todos os planetas e todas as estrelas”, disse ele. Esta comparação assume que o universo é bastante murcho, assim como os astrônomos dizem ser. Tiller diz que os cálculos não são 100% precisos, mas são precisos o suficiente para nos dar uma ideia da quantidade de energia neste segundo tipo de substância que habita o vácuo.
Como a intenção humana influencia
Tiller diz que ele tem sido capaz de detectar esta substância invisível, mas só quando ela interage com as substâncias elétricas como os átomos/moléculas.
A consciência humana estimula essa interação. Uma intenção vinda da mente de uma pessoa aumenta a condutividade entre o nível dos átomos/moléculas e o nível do vácuo.
“A consciência eleva o estado termodinâmico de energia livre do nível do vácuo, então podemos acessar a física do vácuo”, diz Tiller. “Acessar esta nova física permite que a intenção traga efeitos que você não poderia imaginar.”
A consciência pode, de certa forma, afetar ou interagir com um poder maior do que qualquer coisa já medida pelos instrumentos convencionais.
Epoch Times