Translate

sexta-feira, 20 de março de 2015

MINERAÇÃO DO OURO - HÁ QUANTO TEMPO?


Existem provas de que houve mineração no sudeste da África durante a Idade da Pedra? Estudos arqueológicos indicam que sim.
Percebendo que os locais de antigas minas abandonadas podiam indicar que o ouro seria encontrado a Anglo-American Corporation, principal empresa de mineração da África do Sul, contratou arqueólogos nos anos 70 para procurá-las. Relatórios publicados no Optima, jornal da empresa, detalham a descoberta em Suazilândia e outros locais da África do Sul de extensas áreas de mineração com poços de mais de 15 metros de profundidade. Restos de objetos de pedra e carvão vegetal estabeleceram datas de 35.000, 46.000 e 60.000 a.C. nesses locais. Os arqueólogos e antropólogos que trabalharam para datar os achados acreditam que a tecnologia de mineração foi empregada na África do Sul "durante grande parte do período seguinte a
100.000 a.C.”.
Em setembro de 1988, uma equipe de físicos internacionais chegou à África do Sul para verificar a idade dos habitantes de Suazilândia e Zululândia. As técnicas mais modernas indicaram uma idade entre 80 mil a 115 mil anos.
A respeito das minas mais antigas de Monotapa, ao sul de Zimbábue, as lendas zulus afirmam que foram trabalhadas por "escravos artificiais de carne e sangue, criados pelo Primeiro Povo".
Contam as lendas zulus que esses escravos "entraram na batalha com os trogloditas" quando "a grande estrela da guerra apareceu no céu". (Ver Indaba My Children, do Credo Vusamazulu Mutwa, pelo médico zulu.)
FONTE..GÊNESIS REVISITADO/ As Provas Definitivas de que os Extraterrestres Estiveram Entre Nós/ Zecharia Sitchin