Translate

segunda-feira, 23 de março de 2015

O brilho enigmático de uma estrela revela algo nunca visto na natureza


Os pesquisadores descobriram que o piscar da estrela KIC 5520878 é muito regular para ser considerado um mero fenômeno natural. Esta característica não só define este corpo celeste de centenas de milhares de outras estrelas estudadas usando o telescópio Kepler, mas também poderia demonstrar a presença de civilizações extraterrestres avançadas.

O que os astrônomos enfatizam é que as pulsações do KIC 5520878, cuja luz diminui e se intensifica em seis horas de ciclos  segueir um certo padrão, com uma certa regularidade que parece ser artificialmente, detalha a revista on-line  Quanta Magazine.

Por isso, a estrela, que é de 16.000 anos-luz de distância, pode ser o resultado da intervenção de outras civilizações mais avançadas do que a nossa,  capaz de mudar  este objeto celestial, atacá-lo com feixes de neutrinos para enviar mensagens para o espaço através destes flashes. As pulsações poderia servir como um sinal que contém algumas informações, uma espécie de código Morse galáctico .
RT