Translate

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Japão planeja uma missão lunar até 2018


A Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial Agency (JAXA) junta-se a corrida espacial para a reconquista da Lua, e já tem planos para seu primeiro pouso na Lua em 2018.

A missão lunar será fornecida pelo módulo não tripulado projetado para analisar a resistência de certos materiais na superfície lunar com a esperança de que possa ser usado em futuras missões tripuladas diz o jornal "The Japan Times .

A missão também será usad pela JAXA para testar um sistema de pouso em uma área pré-determinada com uma margem de erro de apenas algumas centenas de metros.

JAXA planeja enviar à Lua o 'Smart Lander for Investigating Moon' (SLIM), uma sonda experimental que se converteria na primeira missão lunar nipona desde 2007 quando Tokio lançou a sonda Selene, que orbitou ao redor da lua durante mais de um ano e meio, informa Efe Futuro.

A SLIM seria enviada através de um foguete Epsilon que o Japão lançou com sucesso  em setembro de 2013 para a órbita de seu primeiro telescópio espacial remotamente para observação planetária.

A corrida para voltar à Lua

A Rússia também tem os olhos postos na lua. Na verdade, o novo Programa Espacial Federal russo planeja enviar um homem à Lua em 2029 e realizar um voo pré tripulado ao redor do satélite em 2025.

Pensando em criar bases permanentes na Lua, um sonho há muito acalentado pela humanidade, a empresa russa Lin industrial lançou o 'Luna 7' um projeto, que visa antecipar o esforço dos EUA e China. de realizar o projeto.
RT