Translate

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Tjukurrtjana – Tempo de Sonhar


Tjukurrtjana é uma palavra usada pelos aborígenes australianos, foi traduzido para nossa língua como algo próximo a “Tempo de Sonhar”.
O tempo de sonhar seria um plano que apesar do nome nele não existe tempo e ainda é o momento da criação de tudo e qualquer momento de tudo.
Na Tjukurrtjana, você esta na escola, está em casa, está jovem, velho, nascendo e morrendo, todos os momentos da sua vida em um só.
Nesse momento tudo se formou, o universo, as criaturas e as plantas, de acordo com essa cultura, também todo dia é o primeiro dia do mundo e o amanhã é apenas o sonho de hoje, “a árvore é o sonho da semente”.
Também se acredita que tudo sempre existiu no tempo de sonhar e sempre vai existir por lá, está lá antes de nascer, vai estar lá depois que nascer e continuará lá após morrer.
Esse concepção produziu algo bem interessante, os aborígenes da Austrália não tentam mudar nada na natureza, são os mesmos desde quase 60 mil anos atrás, não praticam agricultura, não criam animais nem nada do tipo mantém tudo na ideia de que todo dia é o primeiro dia do mundo e o amanhã é apenas o sonho de hoje.
Devido a isso o escritor Robert Lawlor que passou 14 anos com esses aborígenes e trouxe essas informações para nós e os chamou de “Guardiões do Primeiro Dia”.
 
A história muda um pouco de tribo para tribo, para alguns na Tjukurrtjana, durante o momento de criação foram os espíritos ancestrais que criaram as coisas ou moldaram a partir do momento da Tjukurrtjana.
 
Didjeridu
 
 
Didjeridu Didjeridu é um instrumento musical usado pelos aborígenes dessa região para penetrar na essencial de locais, esse ritual funciona quando a vibração do instrumento se mistura com os sentidos da pessoa e segundo eles possibilita entrar na essência de um lugar ou animal, assim entrando no tempo de sonhar do lugar ou animal  o conhecendo e tratando ele como igual, um pouco parecido com o xamanismo que conhecemos na parte de animais e totens.
Ou seja o som é usado para trazer um Estados Alterado de Consciência onde penetramos no tempo de sonhar.
Atualmente esse instrumento é encontrado em todo o mundo e segundo alguns pesquisadores o seu uso ajuda muito a fortificar o sistema respiratório.
 Aqui vocês podem escutar o som do Didjeridu.


Isso é um pouco sobre o Tempo de Sonhar, quem quiser se informar melhor sobre o assunto procurem pelo livroVoices of The first Day: Awakening in The Aboriginal Dreamtime de Robert Lawlor.

Concluindo:Esse assunto pode não adicionar muito a sua carga ocultista, mas acredito que é algo que vale ser conhecido, quem sabe daqui alguns anos todo esse conhecimento e magia que esse povo possui podem ser extintos, então vale a pena você conhecer, e se quiser tente se aventurar alcançar ou viver Tjukurrtjana.“Na língua primitiva os aborígenes tinham apenas o tempo presente, contavam seus mitos como se ocorressem agora, e de novo, e ainda novamente, etc.” (Alan Moore)