Translate

terça-feira, 2 de junho de 2015

Avistamentos em 9 de Setembro de 1974


No dia 9 de setembro de 1974, um lavrador mato-grossense procurou as autoridades policiais de Campo Grande para comunicar que, perto da ponte sobre o rio Imiruçu, avistou,
em companhia de seus filhos, um aparelho branco brilhante, em forma de bola, pousado sobre o campo limpo de uma invernada.
Depois de algum tempo, ele se elevou no espaço, deixando uma esteira de luz brilhante. Ao mesmo tempo, muitas outras pessoas informavam aos jornais locais a presença, nos arredores da cidade, um objeto desconhecido que fazia evoluções, diminuindo e aumentando de velocidade.
Coincidentemente, na madrugada do dia 9, o Professor Wilson Ribeiro, do Colégio Sílvio Leite, em Niterói, disse ter testemunhado a descida, a cerca de duzentos metros da praia de Itaipú, de um aparelho que emitia jatos de luz alaranjados. A princípio pensou que fosse um grande balão, mas notou que ele girava sobre si mesmo e produzia um leve zunido. Além disso, ficou pairando a uns dez metros acima do mar. A mesma coisa foi vista pelos estudantes Regina Lúcia de Oliveira e José Carlos, que assistiram também a súbita e vertiginosa subida do objeto.