Translate

sexta-feira, 24 de julho de 2015

New Horizons descobre geleiras exóticas flutuando por Plutão

ANASA anunciou nesta sexta-feira (24) mais uma descoberta surpreendente da missão New Horizons: um dos instrumentos da sonda captou imagens detalhadas que fornecem evidências da presença de geleiras flutuantes na superfície de Plutão. As fotos também revelam sinais de atividade geológica recente - algo com que os cientistas não contavam.
Gelos exóticos são feitos de nitrogênio, monóxido de carbono e metano
“Nós só vimos superfícies como essa em mundos ativos como a Terra e Marte”, disse em comunicado o co-investigador da missão, John Spencer. “Eu realmente estou sorrindo”, comentou. Os registros da sonda mostram de perto a fronteira esquerda da região Tombaugh Regio, o famoso coração. Segundo a agência, claramente pedaços de gelo parecem ter flutuado por ali, e podem ainda estar flutuando, de um jeito parecido como fazem as geleiras da Terra.
O padrão de cores dos terrenos de Plutão são mais escuros no equador e vão ficando cada vez mais claros na direção do pólo norte. Através da análise de imagens com tons otimizados, os cientistas da missão estão interpretando este padrão como o resultado de um fluxo sazonal de gelo que é transportado do equador até o pólo.
A região com as geleiras, chamada de Sputnik Planum e apelidada de “o coração do coração”, é rica em gelos exóticos feitos a partir de nitrogênio, monóxido de carbono e metano. “Nas temperaturas de -198º C em Plutão, estes gelos podem flutuar como uma geleira”, explicou Bill McKinnon, cientista da missão.
Região sul da Sputnik Planum contém planícies congeladas a grandes montanhas (Foto: NASA)