Translate

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Em busca da Quinta Dimensão


Michio Kaku é um físico teórico estadunidense. É professor e co-criador da Teoria M, um ramo da Teoria das Cordas. Formou-se como bacharel pela Universidade de Harvard em 1968. Em 1972, ele dirigiu-se ao Berkeley Radiation Laboratory na Universidade de Berkeley para receber o PhD. Em 1973, tornou-se membro da Universidade de Princeton. E atualmente é professor da City University of New York e escreve vários artigos técnicos envolvendo a teoria das cordas, a supergravidade, supersimetria e hádrons. Seus estudos se concentram na Teoria M como uma possibilidade de unificação entre o micro e o macro, que pode levar a “Teoria do Tudo”.
A Física tem dois pilares que são mutuamente incompatíveis: Teoria Quântica de Campos e Teoria da Relatividade Geral. A unificação desses pilares pode exigir 11 dimensões, sendo que uma delas mostra que o Universo é uma brana, ele está em pleno movimento no multiverso e a colisão de 2 branas pode responder o maior problema da cosmologia: o que foi o Big Bang? Este trabalho apresenta a Teoria M como uma possibilidade de unificação entre o micro e o macro, que pode levar a Teoria do Tudo.
Palavras chaves: Relatividade, Teoria Quântica de Campos, Supercordas, Teoria M.
Um mundo é a soma total de todas as situações espirituais em um planeta, que determina como será a vida, a energia predominante que exercerá, movimento, ação e tipo de matéria.
Um planeta é a base física para esses diversos mundos. É o plano material onde as diversas vidas são vividas em seus respectivos planos. Um planeta pode ter vários mundos em anexo trabalhando no mesmo espaço físico.
Os “mundos” anexados a um planeta especifico são chamados de mundos paralelos.
Nós, os humanos, somos chamados de “seres multidimensionais”.
Existe um numero infinito de realidades paralelas, todas existindo simultaneamente e seres multidimensionais são seres que vivem em diversas dimensões paralelas simultaneamente.
Nossas escolhas e aprendizados interferem nos nossos outros “eus” espalhados nas outras dimensões, assim como nossos outros “eus” interferem no eu da terceira dimensão, essa qual eu escrevo.
Todos esses “eus” juntos formam nossa essência, o que somos, o que aprendemos e onde estamos e onde vamos estar.
Existe um “tipo de frequência” para cada mundo e se estamos nesse mundo da terceira dimensão (Mundo/Terra), é para experienciar situações que estejam de acordo com essa frequência.
Não podemos mudar o mundo em que estamos inseridos, mas você pode mudar a sua frequência para estar de acordo com o mundo que você prefere experienciar, num mundo (Terra) paralelo, que já existe num outro nivel de frequência e, todos na mesma frequência estarão nesse mundo.
Fala-se muito da ascensão da Terra para um mundo da quinta dimensão, mas entenda, o mundo da terceira dimensão não deixará de existir num passe de magica, pois zilhões de seres vibram nesta frequência e precisam ou vão escolher (inconscientemente e conscientemente) continuar a reencarnar nesse mundo de ilusões, polaridades, dualidades.
Porque reencarnar? Vamos ter que “morrer” nesse processo todo? Com certeza! Mas, você já sabe que a morte não existe e que cada um irá despir-se da carne da forma que precisa ou pode salvar sua pele, embarcando numa das “naves” que com certeza estarão visíveis, seguir Jesus, Maomé, Buda, Asthar Sheran, Miguél, etc,. A escolha é sua!
Não entendeu? Apenas continue estudando. Não é possível entender tudo de imediato. Primeiro absorvamos as informações e com o auxilio da intuição o entendimento acontece naturalmente mais tarde.
Você precisa escolher o caminho que é um pouco mais difícil, porque demanda empenho para compreender o que ainda não compreendeu ou escolher o caminho mais fácil e manter-se iludido, pois montar o quebra cabeça dá um trabalho danado e temos a tendencia de focar nossa atenção apenas num ponto, ou em alguns pontos: família, trabalho, dinheiro, entretenimento, religião, pois isso é a matrix.
Focados apenas nesses pontos, não conseguimos ver o cenário todo, apenas enxergarmos algumas pecinhas, aquelas que eles desejam que vejamos.
Ficamos limitados quando focamos nosso aprendizado apenas em um ponto, por isso estudar um pouco de tudo é importante para conhecer todos os lados do mesmo ou de vários pontos e assim alcançar entendimento para nos libertar da vivencia nessa frequência.
Sempre me questionam se eu não acredito no auxilio de seres mais evoluídos, e eu sempre respondo do mesmo jeito. Claro que acredito!
Eles estão por ai, sempre estiveram e sempre estarão, nos auxiliam sutilmente, nos levam ao conhecimento, nos ajudam a encontrar respostas, basta sentir. O que você precisa se perguntar é: que tipo de auxilio quer?
Estes seres preocupam-se com o nosso crescimento através da experimentação, pois sabem que para crescer é preciso aqui na terceira dimensão compreender o dualismo, as polaridades e buscar o equilíbrio, enxergar nível de informação ao invés de certo ou errado, bom ou mau. Eles já passaram por isso.
Naves, tecnologia, resgate, interferência brusca são necessários para nos proteger ou nos auxiliar na terceira dimensão, para aqueles preocupados com a matéria.
Na quinta dimensão não existe matéria densa que estamos acostumados, tudo é construído através do pensamento e das informações contidas no fluido universal, de acordo com a consciência de quem cria.
Não precisa de naves ou qualquer outro meio de transporte, não é necessário tecnologia de qualquer tipo, não é necessário se alimentar, dormir ou mesmo falar.
O tempo é ilusório, é um meio de controle necessário quando se está na terceira dimensão, mas na quinta dimensão tudo simplesmente acontece de acordo com o que se pensa.
Tempo é como medimos a velocidade e o percurso entre um ponto A e B, ou por exemplo, o tempo de percurso da Terra em volta do Sol.
O conceito de tempo só existe, porque há necessidade de medir, é como nos orientamos, criamos o tempo e/ou ele nasceu com a matrix que sustentamos, por isso é um conceito.
A física quântica diz que não devemos olhar para o tempo, pois se olhamos para ele, ele já não está mais lá.
Medimos a distancia ou percurso do ponto A ao B, através da velocidade, não existe nave ou tecnologia mais veloz que o nosso pensamento.
Na quinta dimensão não se faz o percurso e nem mede-se a distancia, pois cria-se através do pensamento. Você deseja estar, estará. Cria-se o que pensa, tudo é realizado no presente, no agora.
A matrix é um estado de consciência, ou melhor, de nossa inconsciência. Conforme expandimos nossa consciência, modificamos esse estado.
Não é só uma questão de ciclos, as mudanças estão acontecendo e acontecerão em larga escala, porque a grande maioria deseja mudanças.
Criamos individualmente e coletivamente, atraímos o que pensamos, desejamos. A cada aceleração daquilo que percebemos como o tempo, nossa consciência se amplia, porque o fluxo de informações está acelerado e, por isso também, percebemos essa aceleração.
As informações sempre estiveram aqui, mas só agora estamos percebendo e organizando-as E sempre que organizamos algo, muita coisa é descartada ou substituída.
Você não precisa morrer acreditando no caminho da salvação através de outros, porque seremos salvos do que? De nós mesmos, de nossas criações e de estados de consciência?
Estou focando nesse ponto, pois essa crença é a mais difícil de ser alterada, pois fomos muito bem doutrinados nesse aspecto e é preciso ter humildade para mudar de opinião, de ponto de vista, etc.
Assim, como na terceira dimensão as informações estão disponíveis, basta que desejemos acessá-las e haja empenho na busca, igualmente existem informações nas outras dimensões, a diferença é que há mais liberdade (sem influencia ou controle) para acessar esse outro vasto campo.
Não ha guias, professores, alunos, mãe, pai, filho, esposa ou marido, apenas consciências em sintonia e em crescimento, todos se ajudam pensando, criando, buscando no campo universal ilimitado as informações e respostas que precisam sem manipulação de nenhum tipo.
Seres que ainda permanecem na vibração da matéria que se preocupam em proteger seus corpos de carne e osso e, igualmente seres que se preocupam com nossos corpos de carne e osso, é que desejam salvá-los.
A Terra da terceira dimensão irá continuar após inúmeros cataclismos, os sobreviventes povoarão esse mundo novamente cumprindo a transição para a Era de Aquário, vivendo entre os “deuses” e suas tecnologias, novamente esses serão seus guias, e aqueles que se sintonizarem com a vibração dessa Era, estarão realmente vivendo uma Era de Ouro.
Não existe verdade, existe ou não é a sintonia entre o que eu percebo e o que você percebe. Ninguém precisa convencer ninguém ou travar brigas de egos, pois cada um sintoniza seu radinho na estação de musicas que mais lhe agrada.
Provas sobre manipulação e conspiração? Provas sobre OVNIs e alienígenas? Para quê?
Quem sintoniza seu radinho nessa estação, não precisa de provas, porque já consegue ver, porque se já processou a informação é outra estoria. Os avistamentos de OVNIs se intensificarão ainda mais, faz parte da agenda dos seres que comandam o show na terceira dimensão, faz parte da transição.
Reais, fakes, militares ou não eles já estão aqui e outros estão chegando trazendo um novo “perfil de espiritualidade”.
Para viver a espiritualidade basta se conectar com o Cosmo, que nada mais é que um imenso campo informacional, onde todas as respostas estão disponíveis, informações que passam pelo filtro do coração, filtro cheio de bloqueios, preconceitos, crenças, medos, apegos, egos inflamados.
Espiritualidade não é religião, doutrina, dogmas, comunicação psicografada ou canalizada, tudo isso é apenas mais filtros.
Espiritualidade é uma filosofia de vida, é viver para ser, se encontrar, se conhecer, se amar, reconhecer em si a Divindade, a Luz e a Criação.
“Ó homem, conhece-te a ti mesmo e conhecerás os deuses e o universo” – Inscrição no Oráculo de Delfos, atribuída aos Sete Sábios (650 a.C. – 550 a.C.)
A resposta está sempre na simplicidade, simplifique: busque-a por você.
Você está mais para o mundo do pensamento ou para o mundo da tecnologia?
As informações contidas neste texto constam no livro que este autor escreveu, com o titulo de “Mundos Paralelos”.