Translate

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Foi aí que nós chegamos


Após o primeiro teste da bomba atômica em Alamogordo, em 1945, descobriu-se que o local da explosão estava coberto de uma camada de vidro verde fundido, areia transformada em vidro depois da explosão.

Vários anos depois da Segunda Guerra Mundial, cientistas realizaram escavações nas proximidades da Babilônia, a antiga grande metrópole da Mesopotâmia e, ao que se supõe, local da Torre de Babel. Com o objetivo de apurar até que profundidade as camadas de ruínas e artefatos chegavam, os arqueólogos cavaram um túnel experimental na vertical, para catalogar suas descobertas por épocas.



Eles cavaram em baixo da era de grandes ruínas antigas, e passaram por uma cidade do passado enterrada sob camadas de loesses inundados.(Loess ; É um sedimento fértil de coloração amarela. É formado por sedimentos depositados pelo vento, ou seja, de origem eólica. Encontrado em parte da Europa (França e Países Baixos) e principalmente na China, onde encontra-se o Rio Amarelo. Loessito é o nome dado à rocha sedimentar composta por loess consolidado. )



Então prosseguindo com as escavações, eles encontraram aldeias que indicavam uma cultura agrária. Descendo mais ainda,  descobriram fundações de uma cultura voltada a caça e a criação de gado, com artefatos ainda mais primitivos. A escavação chegou ao fim quando, por baixo de todas essas camadas anteriores, os cientistas encontraram uma camada sólida de vidro fundido.