Translate

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Nasa Confirma Capacidades Super-Humanas


Capacidades super-humanas podem ser adquiridas por aqueles que seguem técnicas como “Sun Gazing” ou “Sun Eater”, uma prática recentemente confirmada pela NASA.
Muitos praticantes desta antiga técnica, defendem não só a capacidade de cura de doenças comuns, mas a obtenção de habilidades super-humanas, tais como telepatia avançada e ficar completamente sem a necessidade de alimentos.
“Sun Gazing” era usada por muitas culturas como Maia, Egípcia e Azteca.

O que é “Sun Gazing”?

“Sun Gazing”  é uma prática rigorosa de introduzir gradualmente a luz solar nos seus olhos através de baixos níveis de ultravioleta, sendo estes apresentados ao nascer do sol e no pôr do sol.
Aqueles que ensinam a prática dizem que há várias regras para a serem cumpridas. Primeiro, deve ser feito dentro de uma hora depois do amanhecer ou antes do entardecer para evitar danos nos olhos.
Em segundo lugar, deve-se estar com os pés descalços, em contacto com a terra  – areia, terra ou lama, e, finalmente, deve-se começar com apenas 10 segundos no primeiro dia, aumentando os intervalos em 10 segundos de cada dia que se pratica.
Nikolai Dolgoruky da Ucrânia auto-intitula-se um “Sun Gazing”. Ele pratica está técnica há 12 anos e, em grande parte subsistiu através de energia solar desde que se iniciou nesta prática.
Outros relataram perder a necessidade de ingerir alimentos passados apenas 9 meses de aplicação desta técnica. Após 9 meses de prática, basta andar com os pés descalços na terra por 45 minutos por dia, 6 dias seguidos para avançar o processo de que foi iniciado pela prática de “Sun Gazing”.
Esta técnica também é conhecida como fenómeno HRM, baptizada através de Hira Ratan Manek, o homem que se submeteu à NASA para testes científicos a fim de obter validação de que de facto, possuía a capacidade quase “super-humana” de conseguir viver sem a ingestão de alimentos.
Financiados pela NASA, uma equipa de médicos da Universidade da Pensilvânia, observou Hira 24 horas por dia, 7 dias por semana, durante 100 dias. NASA confirmou que ele era realmente capaz de sobreviver em grande parte, com a luz, ocasionalmente, ingeria uma pequena quantidade de soro de leite coalhado ou de água durante este período.

O que acontece com o corpo durante o “Sun Gazing”?

Durante os primeiros três meses de prática, a energia do sol move-se através dos olhos carregando o sistema hipotálamo, segundo aqueles que têm estudado e usado esta técnica. O sistema hipotálamo é o caminho para a parte traseira da retina, o que leva ao cérebro. O cérebro, então, ao longo do tempo, torna-se activado pelo fornecimento de energia a ser recebido pelo sol.
Existirá um alívio da tensão mental e de preocupação, pois o sentimento de preocupação é alimentado pela energia recebida dos alimentos que comemos. Embora a fome irá eventualmente cessar, é bom continuar a comer regularmente durante os estágios iniciais, até que o apetite desapareça naturalmente.
Outra vantagem que se sentirá logo no início é um aumento na confiança e capacidade de resolver facilmente os seus problemas, isto porque estará sem tensão. Todo a gente sofres um pouco de psicose, mas durante os primeiros meses de “Sun Gazing”, relata-se que essas atitudes desaparecem e uma natureza graciosamente positiva substitui a antiga personalidade cheia de medos.
Relatórios sobre “Sun Gazing” dizem que as más qualidades normalmente associadas a qualquer pessoa desaparecem gradualmente e as boas qualidades permaneceram, explicando que qualidades ruins só se desenvolvem na ausência de luz solar.
Más qualidades como raiva, medo, inveja, luxúria são substituídas por uma certa confiança e “conhecimento espiritual” que detecta mais puramente a fonte de um problema.
Entre 3-6 meses de “Sun Gazing”, os estudos mostram que as doenças físicas começam a desaparecer. Dizem que no momento em que se está aplicando esta prática durante 30 minutos por, dia todas as cores do sol terão chegado ao cérebro.
Terapeutas que aplicam a  terapia de cor atribuem a cura de certas doenças ao inundar o corpo e o cérebro com a cor específica que está em falta – dependendo da doença. Por exemplo, os rins precisam de vermelho, e o coração, amarelo.
Todos os órgãos e todos os sistemas respondem a diferentes tipos de cores do arco íris, é por isso que numa dieta também é recomendável uma grande variedade de cores.
Recomenda-se durante o período de 3-4 meses que se use auto-sugestão para avaliar se o corpo encontra-se curado de qualquer doença ou fraqueza.
Ao continuar o processo, consta-se que depois de 6 meses a energia armazenada a partir da técnica “Sun Gazing” não está a ser usada para reparar o corpo ou a mente e pode mover-se agora para apoiá-lo na obtenção de mais habilidades super-humanas.

O que está além da cura?

Após sete meses da prática de “Sun Gazing”, a necessidade e o desejo por comida diminui. De acordo com os especialistas, o alimento não é realmente necessário para manter o corpo, só a energia – e “Sun Gazing” fornece essa energia.
Por nove meses, todo o gosto por alimentos, incluindo aroma, todas as dores da fome e os desejos desaparecem. Aqueles que fazem isto relatam uma “mudança” perceptível na forma como seu cérebro sente .
Após 9 meses desta prática é aconselhável que você a abandone e redireccione a sua atenção para a Terra.
Durante 6 dias seguidos, tem que se andar descalço sobre a terra, 45 minutos por dia. Durante este andar descalço, a glândula pineal é activada. Praticantes de “Sun Gazing” e aqueles pesquisando a ciência dizem que cada dedo do pé está ligado a uma glândula específica, e por andar descalço na terra você activa essas glândulas.
Acredita-se que o dedo grande do pé é alinhada-se com a glândula pineal, o segundo dedo do pé com a pituitária, o hipotálamo, tálamo e, finalmente, o dedo mindinho alinha-se com a amígdala. Praticantes experientes desta técnica afirma que ao andar descalço com a luz do sol a cair sobre a cabeça, cria uma espécie de campo magnético e à volta  do corpo, que irá recarregar o seu cérebro.
Aparentemente, andar descalço é o aspecto mais importante desta prática. Ao continuar a andar descalço na Terra é quando a magia realmente começa. A glândula pineal é activada cada vez mais devido a este processo.
Diz-se que o intelecto aumenta, juntamente com a memória. A glândula pineal tem capacidades de navegação e psíquica, ou seja, a telepatia, a possibilidade de voo…
agora sim estamos a chegar a algum lado! Alguma vez pensou que gostaria de estar presente em mais de que um lugar ao mesmo tempo? Bem, “Sun Gazing” é a chave mágica para tais habilidades.
Experimente andar descalço 45 minutos por dia, todos os dias durante um ano. Irá chegar a um ponto em que será necessário apenas uma manutenção de 3-4 dias por semana para manter as capacidades adquiridas.

Existe algum perigo nesta prática?

Médicos e profissionais são contra o olhar directo para o sol, afirmando que poderá danificar a retina. No entanto, estudos mostram que não há risco de danificar os olhos se for praticado nas alturas correctas do dia.
Aqueles que praticaram “Sun Gazing” por muitos anos foram sujeitos a avaliações oculares, mas não se verificou nenhum dano, no entanto é aconselhável que os seus olhos sejam verificados nas primeiras semanas de prática.

Resumindo

Lembre-se, é 10 segundos no primeiro dia, ao amanhecer ou no pôr do sol, adicionando 10 segundos por dia, todos os dias. Após 90 dias de prática, abandona a prática  e começa a andar descalço 45 minutos por dia, durante 6 dias.
Se está realmente interessado em adquirir habilidades super-humanas, confirmada por organizações de renome como a NASA, como as mencionadas acima, “Sun Gazing” soa como um caminho bastante simples de iluminação. Para saber mais sobre esta prática e como outros o têm feito, visite o site oficial.