Translate

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

PROTOCOLOS DOS SÁBIOS DE SIÃO


Documento falso fabricado por Sergei Nilus, esotérico da corte russa, e apresentado ao Czar Nicolau em 1903, os "protocolos” são um plano de ação para a dominação mundial. Os tais sábios manipulariam secretamente governos, países e organizações esotéricas com o objetivo de criar um governo teocrático internacional liderado pelo “Rei dos Judeus”. O Czar Nicolau sabiamente ignorou o documento. Mas depois da revolução comunista de 1917 os protocolos reapareceram e acabaram provocando o assassinato de 60 mil judeus pelo Exército Branco Russo, que via o marxismo­-leninismo como uma trama sionista. Alfred Rosemberg, teórico racial da Alemanha Nazista, também se encarregou de divulgar o documento no seu país como uma prova da “conspiração judia internacional".

Há quem acredite, porém, que os falsos protocolos sejam a versão adulterada de um documento verdadeiro produzido pelo misterioso PRIORATO DE SIÃO. Os protocolos, nesse caso, não revelariam uma conspiração judia, mas sim uma conspiração monarquista para restaurar a DINASTIA MEROVÍNGIA e levar os descendentes de Jesus Cristo e MARIA MADALENA ao poder mundial.