Translate

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Descobrem um santuário Inca onde se faziam sacrifícios humanos

O relógio de sol Intihuatana localizado em Machu Picchu / imagem ilustrativa

Uma expedição, liderada pelo escritor e pesquisador Miguel Gutierrez Garitano, fez uma descoberta "revolucionária" nos Andes peruanos. Acharam um centro cerimonial Inca, onde sacrifícios humanos aconteciam, localizado no distrito de Vilcabamba (departamento de Cusco).

O impressionante centro cerimonial Inca foi descoberto a oeste das montanhas de Vilcabamba, a quase 5.000 metros, informa  Europa Press. O santuário dispõe de um edifício de 22 metros de comprimento e 5 outros edifícios menores em torno de uma praça.
De acordo com a expedição, o sítio contém "numerosas caixas retangulares provavelmente ligada aos edifícios dedicados ao culto ou associado a ele", bem como estradas, pousadas, escadas, cavernas, relíquias esculpidas, plataformas e vários túmulos.
Especialistas tem chamado a descoberta de "revolucionária", pois poderia ser um dos principais complexo sagrado neo-Inca do Reino de Vilcabamba (século XVI). No entanto, é também possível que o refúgio poderia ser ainda mais velho. 
Fotografía facilitada por la expedición Mars Gaming Expedition (nombre oficial del equipo alavés), que en septiembre recorrió los andes peruanos en busca de vestigios aún por descubrir, de un miembro de la expedición española, durante el recorrido de un camino inca en el macizo peruano de Vilcabamba en septiembre de 2015. EFE
Além disso, os especialistas sugerem que a montanha era a cena do ritual inca de sacrifício humano, ou Capacocha. De acordo com Garitano, "normalmente, este tipo de ritual, onde o sacrifício era preferência, mas não exclusivamente de virgens, foi realizada para evitar fomes e catástrofes naturais em alguns festivais ou marcado pela morte de um Inca".  
Além disso, a especialista Carmen Martin Rubio assumiu que a montanha sagrada era chamada Inca Apus, um lugar de adoração ao deus da água.
Link permanente da imagem incorporada
Além do centro cerimonial, foi encontrado em Vilcabamba, em uma colina a 3.700 metros, um cemitério Inca cheio de túmulos escondidos em cavernas. Embora o lugar tenha sofrido saques, alguns túmulos ainda permanecem intactos.