Translate

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Vênus, Júpiter e Marte vão estar grudados nos próximos dias


Outubro vai chegando ao fim, mas no que depender da astronomia, o mês termina em grande estilo: pela primeira vez desde 2013, será visível nos céus aquilo que os astrônomos chamam de trio planetário. Isso acontece quando três planetas estão tão próximos na abóbada celeste que podem ser inseridos em um pequeno círculo menor que cinco graus. As chamadas conjunções planetárias são mais comuns e acontecem aos montes todos os anos, mas o próximo trio só aparecerá em janeiro 2021!
Os três planetas que vão estar grudados nesta última semana de outubro, mais especificamente até a próxima quinta (29), são Marte, Vênus e Júpiter - os dois últimos são, respectivamente, o terceiro e o quarto objetos mais brilhantes do céu noturno, atrás apenas do Sol e da Lua. É sempre muito bonito observar corpos celestes tão próximos entre si, ainda mais quando se tratam de objetos tão brilhantes.
Outro aspecto interessante deste evento astronômico tem a ver com uma coincidência cósmica: nesta segunda (26), dia oficial da tripla conjunção, Vênus também atingiu sua elongação ocidental máxima. Ou seja, aqui nos céus da Terra, o planeta atinge o ponto mais distante possível do nascer do sol, e isso melhora sua visibilidade.
Apesar do ápice do evento já ter ocorrido na manhã do dia 26, ainda é possível contemplar o fenômeno até o final de outubro. Basta olhar para o leste pouco antes do nascer do sol que você não terá nenhuma dificuldade em encontrar a olho nu os três planetas bem juntinhos. A observação dispensa instrumentos como binóculos ou telescópios, mas se você tiver um destes, é uma ótima oportunidade de mirá-los para o céu.
Via EarthSky