Translate

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

"Caçam" pela primeira vez as "partículas fantasmas"


Em colaboração com pesquisadores da Universidade de Cambridge, uma equipe internacional de cientistas do experimento de física MicroBooNE do Laboratório Nacional Fermien nos EUA, foi detectado pela primeira vez neutrinos, as chamados "partículas fantasmas."


Depois de 9 anos trabalhando com um detector de partículas de doze metros de comprimento, os pesquisadores do projeto MicroBooNE colocaram esta semana em seu site as primeiras imagens de neutrinos, as chamadas 'partículas fantasmas' considerado como uma parte fundamental da matéria.

O experimento MicroBooNE visa estudar como neutrinos interagem e mudam para uma distância de 500 metros, informa Daily Mail. Usando o detector, cientistas reconstruíram os resultados de colisões de neutrinos com imagens tridimensionais.

Seguindo essas partículas permitirá aos cientistas revelarem as propriedades dos neutrinos, partículas subatômicas quase sem peso que só interagem através da gravidade ou desintegração nuclear. Porque eles não interagem com a luz, e então não pode ser visto. Nem carregam uma carga elétrica e viajam pelo universo quase não afetado por forças naturais.
RT