Translate

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Alex Collier Sobre o Lado Oculto da Lua


Vamos falar sobre a lua e vamos focar-nos no lado oculto da lua. Como já contei noutras conferências, a lua veio originalmente da Ursa Menor e tem 6,2 milhões de anos. Era uma das quatro luas ao redor do 17º planeta do sistema, na língua de Órion denomina-se “Chow Ta”. Era uma base fortaleza para os membros do grupo de Órion e foi uma vez, segundo os andromedanos, habitada por aproximadamente 5 milhões de militares do grupo de Órion.
A lua foi intencionamente colocada na cauda de um asteróide que a trouxe ao nosso sistema solar há mais de 11.000 anos atrás. A origem da lua não é a terra, sendo esta a teoria que é ensinada nas escolas. A lua é mais antiga que a terra. Este mesmo asteróide que trouxe a lua pra cá, rodeia a nossa galáxia a cada 25.156 anos da terra. A lua esteve habitada periodicamente durante 1.8 milhões de anos. Agora está a ser habitada de novo e muitas das estruturas originais na superfície foram destruídas durante as guerras da Liga Negra, que foi uma batalha travada entre humanos contra o Império de Órion.
O verdadeiro complexo militar estava no subsolo. As entradas estavam em ambos os polos, as montanhas de Taurus e a cratera de Jules Verne (do lado Oculto) e Arquimedes (no lado visível); eram estas as entradas originais quando o grupo de Órion esteve lá. Porém, o governo secreto criou mais aberturas e atualmente andou a expandir os complexos subterrâneos. A expansão é para o funcionamento de agendas científicas e militares privadas para a Nova Ordem Mundial.
Muitas das crateras na lua foram usadas como hangar para naves espaciais. As grandes crateras eram capazes de abrigar 200 naves ou mais. Algumas das crateras têm uns 185 km de largura. O pessoal consistia em híbridos entre humanos e greys e híbridos entre humanos e reptilianos. As bases da superfície consistiam em 9 cidades abovedadas (cúpulas). A vegetação era cultivada dentro destas estruturas. Pequenos lagos foram espalhados ao redor da superfície. O resto dessas estruturas abovedadas foram descobertas por astronautas do NSA, astronautas russos e os astronautas da Apolo.