Translate

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Caminho perdido que leva à Grande Pirâmide do Egito é encontrado por acaso


Passaram-se muitas décadas em que incontáveis missões arqueológicas tentaram, sem sucesso, encontrar o caminho que leva à Grande Pirâmide de Gizé, no Egito. Mas só recentemente, e por obra da mais pura casualidade, a passagem foi, finalmente, localizada por um habitante local, enquanto fazia uma perfuração ilegal de 10 metros de profundidade, sob a sua casa, localizada na adeia El Haraneya em Giza, uma área em que são proibidas escavações. Sem querer, o morador descobriu um caminho formado por blocos de pedra que conduzem à pirâmide de Queóps, também conhecida como a Grande Pirâmide, a maior e mais antiga das três pirâmides de Gizé.
A Polícia de Turismo e Antiguidades do Ministério do Interior do Egito foi alertada para a descoberta e, imediatamente, as forças de segurança foram ao local. O Departamento de Antiguidades também foi notificado, e o arqueólogo Kamal Wahid foi nomeado para fazer uma investigação. Em seu relatório, foi confirmada a descoberta do corredor de acesso à Grande Pirâmide.
O complexo que compreende a Grande Pirâmide incluía um pavimento que conectava ao templo de Queóps. O pavimento de basalto e calcário encontrado sugere que este templo era próximo ao vale do Nilo é está enterrado sob a aldeia de Nazlet el-Samman. O historiador grego Heródoto, que visitou a Grande Pirâmide no século 5 a.C. descreveu a estrada com um quilômetro de comprimento e que foram necessários 10 anos para a construção do caminho e para fazer um prédio subterrâneo que serviria para túmulo real, localizado em uma ilha formada por uma vala de irrigação derivada do rio Nilo.
Por enquanto, autoridades do Egito não lançaram mais informações sobre a descoberta do caminho, contudo, a expectativa é de que isso ocorra à medida que são realizadas as escavações pelo Ministério de Antiguidades.
Fonte: Mistery Planet