Translate

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Contos históricos sugerem que raça de gigantes já existiu


Muitas especulações existem a respeito de uma raça de seres humanos gigantes que viveram ao mesmo tempo que o homem moderno durante os tempos antigos, mas que, por alguma razão, desapareceram. Já que as únicas evidências existentes sobre esses seres gigantes são fruto de testemunhos ou sabedoria popular, não é claro o que causou seu desaparecimento ou se eles, de fato, existiram.

Seguem abaixo cinco contos que mencionam a existência de uma raça humana gigante:
1. Estruturas megalíticas no Equador criadas com tecnologia avançada

Em 2012, uma equipe de pesquisadores e exploradores visitou a selva amazônica no Equador e descobriu o que poderia ser um antigo complexo de uma pirâmide. É dito por alguns que seres humanos gigantes viveram nas cidades esquecidas.
2. “The Myths of Mexico and Peru” (Os Mitos de México e do Peru), um livro de Lewis Spence:
 "The Myths of Mexico and Peru" (Os Mitos do México e do Peru), de Lewis Spence/archive.org
“The Myths of Mexico and Peru” (Os Mitos do México e do Peru), de Lewis Spence/archive.org
Segundo uma lenda maia, o último dos Gigantes da Terra, Cabrakan, foi enganado e envenenado pelos Heróis Gêmeos, dando os últimos de seus passos tão fortes que pareciam terremotos.
3. Presidente dos EUA, Abraham Lincoln:
 Presidente Abraham Lincoln/flickr.com
Presidente Abraham Lincoln/flickr.com
“Os olhos daquela espécie de gigantes extintos, cujos ossos preenchem os montes da América, já contemplaram o Niágara, assim como nós fazemos agora.”
4. O explorador John Smith escreveu em 1608:
 Capitão John Smith/flickr.com
Capitão John Smith/flickr.com
“Os Sasquesahanougs são um povo com características de gigantes. Eles mediram a panturrilha da perna do maior homem, e descobriram que media por volta de três quartos de uma jarda (0,9144 metros), e todo o resto de seus membros estavam em proporção; de modo que ele parecia o personagem mais imponente e mais formoso que jamais viram. Suas flechas tinham o comprimento de cinco quartos de uma jarda, encabeçadas com os estilhaços de uma pedra branca como o cristal… ”
5. Explorador espanhol do século XVI, Hernando de Soto:
 Hernando de Soto/flickr.com
Hernando de Soto/flickr.com
O explorador espanhol, Hernando de Soto, descreveu homens meio metro mais altos do que o seu homem mais alto.
Epoch Times em Português