Translate

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Uma equipe de pesquisadores descobriu o que poderia representar o fragmento mais antigo conhecido de um Evangelho da Bíblia, ao abrir papiros utilizados para a elaboração de máscaras mortuárias. Craig Evans, professor de estudos do Novo Testamento da Acadia Divinity College, em Wolfville, na Nova Escócia, afirmou que o trecho encontrado do Evangelho de Marcos é anterior ao ano 90 d.C. e que traria novas pistas sobre a hipótese desse texto ter sido modificado com o decorrer do tempo. Atualmente, os exemplares mais antigos dos textos evangélicos existentes datam do século II.
O fragmento foi escrito em uma folha de papiro, utilizada, posteriormente, na elaboração da máscara mortuária de uma múmia. E esse evangelho é somente um entre as centenas de textos que uma equipe numerosa de cientistas e estudiosos está analisando, na tentativa de descobrir novos extratos através de uma técnica que possibilita a descolagem de máscaras mortuárias. O grupo pretende publicar o primeiro volume de textos obtidos até o final deste ano.
Fonte: LiveScience