Translate

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Escada de Santa Fé, um enigma da arquitetura moderna

A escada da capela de Loreto, em Santa Fé, é uma das escadas em espiral mais curiosas do mundo (Divulgação/Capela Loretto)



No nono dia, alguém bate à porta. Um homem de pé em frente à capela se diz carpinteiro. Talvez, depois de tantas preces, as orações por fim haviam sido escutadas.
A capela de Loretto, fundada em 1878 como um anexo ao convento católico “Nossa Senhora da Luz”, é portadora de uma rara história. Construída na cidade de Santa Fé, Novo México, EUA, a capela de estilo gótico foi laboriosamente erguida pelo arquiteto francês Antonio Mouly.
Bloco a bloco, a bela capela foi erguida. As missas cristãs ganharam mais um lugar digno de serem celebradas. No entanto, o arquiteto Mouly faleceu antes que pudesse construir uma escada que ligasse o piso de cima ao piso térreo da capela. Por causa disto, o coro da capela se via na incomoda situação de ter de subir ao piso superior por meio de uma improvisada escada de mão comum.
A falta de uma escada apropriada obrigava as irmãs a fazerem uma grosseira subida e descida de um piso ao outro. Devido à situação perigosa e incomoda que representava a escada improvisada, as “Irmãs de Loretto” decidiram realizar uma novena (rezar sem parar durante nove dias seguidos) ao próprio São José – que em sua vida foi um carpinteiro – pedindo por alguém que pudesse solucionar o urgente problema da escada.
Dia após dia, as irmãs rezaram sem que aparentemente nada acontecesse. Mas, no último dia da novena, alguém que se dizia portador da solução apareceu na frente da capela: um humilde forasteiro, cuja única posse era um burrinho carregado de ferramentas de carpintaria.
Tão misteriosamente quanto a sua chegada, o carpinteiro exigiu apenas duas coisas para desempenhar seu ofício: grandes cubas de água e três meses de privacidade dentro da capela.
As irmãs atenderam ao pedido. O carpinteiro trabalhava no mais absoluto isolamento. Quando as irmãs entravam na capela para rezar, o carpinteiro saia deixando grandes pedaços de madeira encharcados na água. Quando as irmãs se retiravam, ele voltava ao trabalho.
No dia em que a escada estava terminada, as Irmãs de Loretto organizaram um jantar de agradecimento. No entanto, o estranho carpinteiro não apareceu. Logo depois de concluir uma das maiores obras que se conhece na história da carpintaria, se foi sem deixar nome nem pedir pagamento.
A partir de então, a história da escada começou a se espalhar ano após ano. Tanto pela figura do enigmático carpinteiro como pela singularidade de seu trabalho, analisado em muitas ocasiões por arquitetos e engenheiros modernos.
33 degraus de beleza e mistérios
A escada de Santa Fé da capela de Loretto, na cidade de Santa Fé, é uma das escadas em espiral mais curiosas do mundo. Sua construção foi realizada sem ferramentas elétricas ou pregos, de modo que a perícia de seu autor foi muito além do imaginado, chegando a surpreender aos mais ávidos pela arte em madeira: a obra inteira não tem cola ou outros adesivos, valendo-se apenas de técnicas de encaixe para consolidar a estrutura.
Com duas voltas de 360º, a resistência da escada ao deslocamento vertical foi um dos enigmas que os cientistas demoraram muito tempo para decifrar. Tanto é assim, que até hoje muitos arquitetos e engenheiros acham que o corpo da escada possui um ponto de equilíbrio impossível de se conseguir segundo as leis da física.
Enquanto que a escada se sustenta horizontalmente por meio de um minúsculo braço de metal preso a uma coluna, a ausência de deslocamento vertical (efeito mola) sem a ajuda de um suporte central, não pôde até agora ser explicado de forma conclusiva. A teoria mais aceita diz que o raio interno da escada é tão pequeno que atua como um pilar “virtual” que estabiliza o caracol de madeira. Não obstante, há quem diga que é inútil qualquer explicação possível para a estabilidade da escada.
A origem da madeira com a qual se construiu a escada representa outra coisa intrigante na história da escada. Segundo os estudiosos dos mistérios de Loretto, a madeira da mesma, não é própria da região, foi identificada pelos laboratórios como uma espécie de abeto.
Um homem misterioso, uma escada enigmática, madeira que não é da região. Hoje, quase 140 anos depois de sua construção, a escada de Santa Fé gera mais perguntas que nunca. Dizem que muitas das Irmãs de Loretto que viveram na época da obra estavam convencidas de que o carpinteiro que acudiu à novena era o próprio São José que desceu dos Céus.
De qualquer modo, o prodigioso trabalho realizado na cidade de Santa Fé merece ao menos reverência. A capela dessacralizada funciona hoje como museu, atraindo mais de 250 mil turistas por ano. Acesse o website oficial da Capela Loretto (em inglês).
Construída na cidade de Santa Fé, Novo México, EUA, a capela de estilo gótico foi laboriosamente erguida pelo arquiteto francês Antonio Mouly (Cortesia/Camera Fiend)
Construída na cidade de Santa Fé, Novo México, EUA, a capela de estilo gótico foi laboriosamente erguida pelo arquiteto francês Antonio Mouly (Cortesia/Camera Fiend)