Translate

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Geólogo prevê uma iminente erupção vulcânica em Yellowstone




Hank Hessler, geólogo do parque nacional de Yellowstone (EUA), anunciou em 29 de janeiro, que deixou duas semanas para a erupção do supervulcão que pode devastar um território localizado a um raio de 1,6 mil quilômetros .


Apesar da gravidade da situação, a Casa Branca tenta esconder dados de pesquisa sobre a atividade sísmica na área. Conforme relatado no portal  Intellihub , citando fontes não identificadas, Washington ordenou o Serviço Geológico dos EUA para perseguir qualquer vazamento de informações sobre o vulcão .

Mas geólogos dizem que há ampla evidência do perigo iminente em breve. Especialistas mostram gás hélio-4 sendo abertos em lacunas na superfície e  evaporada, de modo a que o nível do solo no parque tem aumentado consideravelmente. Além disso, em 2014 um total de 1.900 tremores  sacudiu a área.



As consequências da possível erupção ameaça a destruição  do território contíguo do supervulcão. Estima-se que o território localizado a 160 km em comparação com o epicentro da explosão serão completamente destruídas e outros 800 km serão devastados em 90%. Além disso, a partir do território destruído emergirá uma zona morta que percorrerá 1.600 quilômetros.
RT