Translate

quinta-feira, 12 de março de 2015

Agricultor vietnamita afirma que não dorme há 35 anos

Agricultor vietnamita afirma que não consegue dormir há cerca de 35 anos (Diptendu Dutta/AFP/Getty Images)


“O camarão dorminhoco foi levado pela corrente” é um velho ditado Porto Riquenho. No entanto, todos os organismos requerem um momento de repouso. Todos, exceto para o agricultor vietnamita Ngoc Thai.
O sono é uma necessidade indispensável para os seres humanos. O sono não é uma condição opcional para a grande maioria do reino animal. Mesmo a crença de que os peixes não dormem é uma meia verdade, já que muitos deles pegam no sono, deixando metade do cérebro acordado, enquanto a outra metade sucumbe à inconsciência. O mesmo vale para o avestruz, que utiliza um método semelhante tanto para descansar como para se proteger contra predadores.
A falta de sono é um tema central de inúmeros livros de medicina, com problemas bem reconhecidos entre os que sofrem com isso. Mesmo assim, existem alguns casos em que apenas algumas horas pode ser suficiente, como os integrantes da tribo Pirahã da Amazônia, para os quais uma pequena sesta serve como sono reparador. Mas aparentemente, ninguém pode ficar muito tempo sem dormir.
Mas sempre que há uma regra, alguém tende a quebrá-la.
Quanto tempo uma pessoa pode ficar sem dormir? Em maio de 2012, um homem chamado Tony Wright foi capaz de quebrar o recorde do Guinness anterior de 264 horas (11 dias) sem dormir, batida pelo rapaz de 17 anos de idade, Randy Gardner, em 1964. Infelizmente para Wright, seu sacrifício de 266 horas (e todas as tentativas posteriores para quebrar o recorde) não foram reconhecidas pelo Guinness por motivos de saúde. No entanto, o mágico e artista David Blaine, recentemente, afirmou que em breve pretende superar o título de Wright.
Embora estes indivíduos esperassem fazer história com suas acrobacias sem dormir, muitos sugerem que outros, sofredores de insônia severa, podem ter quebrado esses recordes muitas vezes, mas não tiveram a inclinação para se gabar de tal realização. Um desses casos é Ngoc Thai, um agricultor vietnamita nascido em 1942.
Um dia, em 1973, este velho agricultor pegou uma febre. Desde então, ele tem sido incapaz de dormir, nem mesmo um pouquinho. Em 2007, o tailandês declarou que se sentia ‘mal-humorado’, devido aos seus quase 35 anos de insônia. Uma vigília eterna que pode ser classificada como um milagre da medicina.
Sintomas da insônia
O que normalmente acontece quando o organismo humano passa muito tempo sem dormir? Qualquer um que tirou uma “noitada” pode estar familiarizado com sintomas como irritabilidade, redução da função cognitiva, uma incapacidade cada vez menor de concentração, grande fadiga e mais. Para aqueles que ficam vários dias sem dormir, os sintomas se tornam graves.
O Dr. Vikas Wadhwa, médico de respiração no sono do ‘Sleep Services Australia’, diz que uma doença rara, que interfere com o sono, pode levar à deterioração das funções mentais e motoras. “Longos períodos de vigília estão associados com os resultados de pobre saúde, e os animais submetidos à privação de sono acabaram morrendo. Há um distúrbio chamado Insônia Familiar Fatal. Como parte da progressão da doença, a pessoa não é capaz de dormir e morre geralmente dentro de alguns meses ou alguns anos”, disse ele, numa entrevista por email.
Mas essa necessidade vital de dormir pode ser superada de alguma forma? Não apenas interessado em quebrar recordes, Tony Wright se esforçou fundamentalmente para ficar sem dormir para continuar a sua própria pesquisa, em curso, no exame do sono. Ele sugere que quantidades diferentes de sono são necessários para os dois lados do cérebro. Ele consumiu uma dieta especial e fez outros preparativos cuidadosos para uma maratona de noites sem dormir, que deixaria de sucumbir aos lençóis por 11 dias. Blaine está fazendo preparativos alimentares semelhantes para a sua próxima quebra de recorde sem dormir.
Milagre médico?
Agora na casa dos sessenta, Ngoc Thai garante que a falta de sono não o afeta fisicamente, e gaba-se de ser capaz de carregar dois sacos de 110 kg de arroz por mais de 3 quilômetros para a sua casa todos os dias. Ainda assim, Thai não se abstém do sono apenas para se mostrar, quebrar um recorde, ou para avançar um projeto de pesquisa. Na verdade, ele tentou de tudo, para ter os olhos fechados. Seja medicamentos ou remédios populares tradicionais para a insônia, Thai permanece acordado. Nem o álcool parece ter sucesso para derrubar Ngoc. De acordo com os médicos que já o examinaram, o tailandês parece estar em perfeita saúde, exceto pela função hepática ligeiramente diminuída.
Em 2006, Ngoc disse ao Thanh Nien News, “Eu não sei se a insônia impactou minha saúde ou não, mas eu ainda sou saudável e consigo realizar o trabalho agrícola normalmente como os outros”. Mais de trinta anos sem dormir e Thai ainda está forte. O que poderia estar por trás deste milagre sem dormir?
Segundo o Dr. Wadhwa, uma explicação poderia estar na percepção. Ele diz que para alguns insones, a capacidade de observar claramente a diferença entre o sono e a vigília pode faltar. “O sujeito pode sentir que está apenas descansando quando na realidade está dormindo. Ele pode também ter “micro-cochilos” – cochilos muito curtos que duram alguns minutos”, disse ele.
Ngoc tem recebido significativa atenção da mídia, mas os cientistas ainda têm que estudar o seu caso em detalhes. Enquanto isso, o tailandês usa sua noite adicional – o tempo que a maioria de nós não possui – para fazer trabalho agrícola extra. Guardando a fazenda contra roubo, cavando grandes lagoas para criar peixes, e acordando colegas da comunidade para o trabalho, Ngoc tem aguentado 12 mil noites sem dormir.