Translate

sábado, 7 de março de 2015

Estrela rompe recorde de velocidade ao ser expulsa da Via Láctea por uma explosão termonuclear


Uma poderosa explosão de uma supernova na constelação da Ursa Maior levou uma estrela próxima a velocidades nunca antes vistas, condenando-a a deixar a Via Láctea.

Pesquisadores do Observatório Europeu do Sul, em um estudo publicado na revista 'Science', descobriu uma estrela que viaja em altas velocidades, rápida o o suficiente para escapar das garras gravitacionais de nossa galáxia.

Até agora, os astrônomos descobriram estrelas com hipervelocidade que atingiram até 850 quilômetros por segundo. Mas, na última descoberta, pesquisadores europeus descobriram que esta estrela US 780 a mais de 1.200 quilômetros por segundo.

Os autores do estudo acreditam que a responsável por US 780 deixar a Via Láctea seria um buraco negro supermassivo no centro galáctico.

Eles explicaram que as interações gravitacionais de duas estrelas com um buraco negro supermassivo, faz com que uma delas exploda como uma supernova, enquanto a segunda é ejetada em alta velocidade decorrente da detonação.
RT