Translate

quinta-feira, 19 de março de 2015

O Grande Colisor de Hádron poderia abrir a porta para universos paralelos


Uma equipe internacional de pesquisadores acredita que pode encontrar a prova da existência de universos paralelos dentro do Grande  Colisor de Hádron (LHC) acelerador de partículas da Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear (CERN), em Genebra.

A prova da existência de "universos reais em outras dimensões" seria detectado buracos negros em miniatura a um certo nível de energia gerada pelo acelerador de partículas LHC, que será reiniciado  em maio deste ano, explicou o físico Mir Faizal, University of Waterloo (Canadá), no estudo  citado pelo "DailyMail" .

Segundo  destaca a revista ' Psys.org ', anteriormente já se tratou de detectar mini buracos negros mediante o Grande Colisior, mas sem resultados.
Faizal, junto a seus colaboradores Ahmed Farag Ali, da Universidade do Estado da Flórida, e Mohammed M. Khalil, da Universidade de Alexandria, consideram que a falta de êxito poderia ser da  escala de energia mas que tentaram encontrar os buracos.
Até o momento, el GCH tem buscado mini buracos negros em níveis de energia abaixo de 5,3 TeV (tera).Sob arco-íris da gravidade (a nova teoria), essa energia é muito baixa.

Os buracos negros podem ser formados apenas em níveis de energia de, pelo menos, 9,5 TeV em seis dimensões e 11,9 TeV em 10 dimensões. O LHC foi projetado para atingir até 14 TeV, no futuro, para que eles pudessem alcançar a energia necessária para detectar buracos negros.

De acordo com os físicos, se estes mini buracos negros forem detectados no LHC provaria a existência de dimensões extras, a existência de universos paralelos e também a teoria das cordas seria apoiada.
RT