Translate

quarta-feira, 4 de março de 2015

'Surpresa cósmica': Astrônomos descobrem uma galáxia que não deveria existir



Uma equipe internacional de astrônomos descobriu enquanto buscava os primeiros objetos que se formaram no universo, uma galáxia "empoeiradao" que, teoricamente, não deveria existir.


Em um artigo publicado na revista " Nature " , uma equipe internacional de astrônomos revelou a descoberta de uma galáxia, apelidada de A1689-ZD1, o que, em teoria, não deveria existir. Apesar de ter se formado há 700 milhões anos após o Big Bang , de acordo com especialistas, pois ela tem aparecia de uma galáxia "mais madura", relata a revista ' National Geographic '.
Os cientistas dizem que a nova descoberta é feita quase inteiramente de poeira e estão inquietos sobre seu tamanho "pequeno", porque é algo anormal em galáxias destas dimensões. "É surpreendente porque,  o pó é essencial para a formação de planetas e outros materiais sólidos. Depois do Big Bang, o universo consistia apenas de hidrogênio e gás hélio", diz Daniel Marrone, especialista em formação de galáxias na Universidade do Arizona.

"Em galáxias maiores, estrelas de grande massa de pó de curta duração podem se acumular rapidamente porque as estrelas gigantes explodem como supernovas violentamente depois de apenas alguns milhões de anos. Em galáxias menores, a maioria da poeira surge com mortes mais suaves de estrelas menores de bilhões de anos de vida. Então, no final, podem ser os restos de supernovas ", diz Darach Watson, principal autor do estudo. Para encontrar a origem dessa galáxia é necessário encontrar outras semelhantes, difícil de alcançar devido às suas características. "Neste momento, não temos candidatos", diz Watson.
RT