Translate

sábado, 28 de março de 2015

VIDEO: Os mistérios do 'Stonehenge chinês' desconcertam os cientistas


Cerca de 200 estruturas de pedra misteriosas descobertas no deserto de Gobi, na China estão atrapalhando os especialistas. Chamado de "estranhos círculos de pedra" por moradores, as formações podem ter sido usadas para sacrifícios e adoração ao sol.

Especialistas sugerem agora que as estruturas poderiam ter sido usadas pelos nômades primitivos em suas cerimônias em honra ao sol e até mesmo pra fazer sacrifícios, mas o tipo exato de ofertas feitas não é conhecido.

Especialistas enfatizam as semelhanças entre as formas de pedra chinês e da Stonehenge. Especificamente ressaltam que em ambos os lugares, os edifícios foram usados por aqueles que adoravam o sol. Além disso, a forma das estruturas inclui as chamadas «saídas», e em ambos os locais as pedras foram transportados para o local de fora da região.

Os círculos estão no Turpan Flaming Mountain, noroeste da China, cobrindo mais de 6,6 quilômetros quadrados.

O local tem sido filmado a partir do ar usando um drone de uma associação de turismo local, na tentativa de compreender melhor as estruturas e as suas origens, relata Popular Daily Online .

Dr. Volker Heyd, arqueólogo da Universidade de Bristol, disse que "primeiro sã feitas pelo homem, não há dúvida sobre isso." "Eu já vi características semelhantes na vizinha Mongólia, que também são bem conhecidas [e] são considerados como locais para ritual", conclui.

" Algumas [estruturas] poderia ter servido como marcação de sepulturas na área. Pelo menos na Mongólia, nas escavações foram ocasionalmente encontrados túmulos no centro de tais complexos ", diz Heyd. "Outras [destas estruturas], se não a maioria, pode indicar lugares sagrados da paisagem espiritual ou lugares com propriedades especiais ou oferta".

O especialista também observam que a primeira dessas estruturas de pedra em Gobi poderia datar da Idade do Bronze. Isto poderia significar que surgiu há 4.500 anos.