Translate

sábado, 2 de maio de 2015

CONTROLE MENTAL


Se você ouve vozes misteriosas que ninguém mais escuta é possível que seja esquizofrênico. Mas se essas vozes ficam repetindo, a coisa pode ser mais séria. Você pode ser uma vítima do controle mental.

Até a revista The Economist (25-31 de maio de 2002), que nunca foi chegada a conspirações sensacionalistas, fez uma reportagem de capa em que alerta sobre os perigosos avanços da neurociência. Por exemplo: recentes pesquisas feitas pelo doutor Greg Siegle na Universidade de Pittsburgh, EUA, identificaram uma área do cérebro chamada amygdala, que é ativada quando a pessoa entra em contato com uma imagem ou palavra que a deprime (desemprego, impotência etc). Essa região cerebral é naturalmente mais ativa em pessoas com tendência à depressão.

Traduzindo: é possível deprimir artificialmente uma pessoa até a morte e sem deixar nenhuma pista.

E isso é só o começo da encrenca.

Cada decisão que você toma, leitor, é conseqüência de um processo eletroquímico que acontece no seu cérebro. Se alguém tivesse os meios para controlar essa "central de decisões", seria possível criar a conspiração perfeita.

Esta é a visão otimista.

Os pessimistas garantem que isso já está acontecendo - pelo menos desde os anos 1950 (pesquise MK ULTRA). Conspirólogos alegam que o governo americano usa microondas, ondas radiofônicas, ultra-som e emissão de pulsos magnéticos para manipular pessoas à distância e criar o efeito das "vozes na cabeça". Há quem afirme que a CIA fez e faz experiências dentro dos próprios Estados Unidos. Mas, se nós conhecemos bem os americanos, é bem possível que eles tenham ampliado seu campo de atuação para outros países. Lembre-se, porém, que antes de começar a obedecer às vozes na sua cabeça ("Mate o presidente! Mate o presidente!"), é necessário um certo nível de stress que a CIA, gentilmente, proporciona. Felizmente, existe um site chamado Pink Noise:

http://www.webcom.com/pinknoise

Que presta um inestimável serviço público ao listar as principais evidências de que você está sendo usado como cobaia num experimento de controle mental. Confira se algum incidente parecido está acontecendo com você:

- O telefone toca o tempo inteiro, mas nunca tem alguém do outro lado, só um irritante ruído eletrônico. Alguém está sempre fazendo barulho perto da sua casa. Ou é o caminhão do lixo ou é o vizinho com a furadeira elétrica ou é alguém com uma britadeira ou é um carro com o escapamento furado ou é alguma outra coisa.

- Os vizinhos ficam agressivos e começam a fazer barulho o tempo inteiro. Uma suposta vítima entrevistada pelo pessoal do Pink Noise alegou que o morador do apartamento de cima acompanhava seus passos pela casa, de cômodo a cômodo, copiando o mesmo trajeto que ela fazia.

- A casa é freqüentemente invadida por estranhos quando você está ausente ou dormindo. Eles não levam nada. Apenas mudam as coisas de lugar para deixar claro que você não está seguro. Num caso investigado pelo Pink Noise, todas as lâmpadas de uma casa foram trocadas por outras que explodiam quando eram ligadas. Todas as novas lâmpadas tinham o selo "Made in Hungary".

- Ao solicitar ajuda da polícia ou dos amigos, eles dizem que você está ficando paranóico e o mandam procurar um médico (que muito provavelmente está trabalhando para a CIA, assim como os seus vizinhos e os seus amigos).

Conspirólogos que defendem a existência do controle mental costumam negar o fenômeno da ABDUÇÃO ALIENÍGENA, que geralmente é visto como uma experiência neurológica realizada por organizações terrestres. Alguns teóricos de conspirações não descartam, entretanto, a hipótese de que extraterrestres malignos estejam por trás de vários governos mundiais e, portanto, do controle mental. Por isso, pense duas vezes antes de obedecer às vozes na sua cabeça .