Translate

segunda-feira, 11 de maio de 2015

IMHOTEP e a Energia Taquiônica


IMHOTEP significa"O Sábio que veio em paz"
Sua história é confusa e a ele, segundo o autor e fonte, são referenciados outros nomes da história mítica como Hermes Trimegistus, Toth, Esculápio (ou Asclépio). Devido a isso, ora se vê seu nome ao lado do caduceu de Hermes, com a dupla serpente, ora com uma única serpente, mais comumente ligado a Esculápio.
O Caduceu é um bastão com duas serpentes entrelaçadas. O bastão significa a Coluna Vertebral Humana, que segundo Imhotep, possui sete chacras [centros nervosos]. As duas serpentes entrelaçadas, significam as duas polaridades da carga elétrica e movimentos opostos, que correspondem ao Universo dual. Com esse bastão, Imhotep media a quantidade de energia vital que um ser humano processa em seu interior. Descobria assim, se a pessoa tinha um desequilíbrio celular eletromagnético. E conseguia neutralizar os pares de partículas, com cargas opostas, da coluna vertebral, levando ao equilíbrio, cura e até mesmo à iluminação.
O que se torna relevante a seu respeito é o conhecimento de sua história, não oficial, em comparação com a oficial, que parece pouco ao conhecer-se uma outra versão, muito mais atraente devido aos mistérios do conhecimento envolvido.
Oficialmente Imhotep é descrito como um Gênio do Antigo Império Egípcio na Terceira Dinastia (2686 - 2613 a.C.); Arquiteto de Saqqara, a primeira pirâmide construída. Primeiro Ministro e Sumo Sacerdote do culto a Ptah. Além de Arquiteto, era também Médico, Astrônomo, Filósofo e Poeta, considerado uma divindade pelos egípcios, pelo seu dom na Medicina.
Para a construção de Saqqara, Imhotep determinou a localização onde a grade eletromagnética era mais adequada, constuindo entre 31 e 32 graus de longitude leste e 29 e 30 graus de latitude norte. Esta área é o principal eixo da malha eletromagnética com 500 V por metro quadrado, na atmosfera.
Imhotep utilizava dessa fonte de energia positiva, captada pelos cristais de quartzo que revestiam a Pirâmide Saqqara e geravam constantes ondas radioelétricas. Todo o complexo era um imenso circuito eletrônico construido em pedra e circundado por um muro que facilitava a captação de energia pela pirâmide.
A construção de Saqqara se deu em três etapas e finalizou como um corpo de um ser humano. Na primeira etapa, foi construída a Coluna Vertebral do Complexo. Na segunda etapa, foi construída uma pirâmide escalonada subterrânea, que geravam ondas eletromagnéticas, facilitando o transporte dos enormes blocos de pedras utilizadas. Usaram pilares chamados Djed (pilar de energia) que transferiam entre si, carga de Íons gerados por suas massas de vibração. Era utilizado a força da mente humana para gerar energia, no primeiro pilar. A partir daí a energia fluía constantemente para as outras.
Na terceira e última etapa, aumentaram as plataformas das faces norte e oeste da pirâmide. Com a conclusão, o obelisco virtual subterrâneo ficou alinhado exatamente no eixo norte e sul da pirâmide.
O objetivo máximo de Imhotep, com a construção de Saqqara, era preparar os humanos para "iluminação". O caminho da perfeição espiritual é individual e intransferível. Ninguém pode evoluir por outra pessoa.
Saqqara produzia energia taquiônica, a energia de maior frequência e vibração do Universo. Essa energia é neutra (como a energia do amor) e se compõem de pares de partículas que por terem cargas elétricas contrárias, se anulam e se equilibram. Por serem neutras, não sofrem resistência e, por isso se movem vinte e sete vezes mais rápido que a velocidade da luz. É a energia do pensamento, que vibra na alta frequência do amor.
Vibrando nesta frequência, a mente pode dirigir a energia taquiônica, a energia do pensamento, para elevar a energia vital, realizando curas fantásticas e até salvando-os. Todos os seres e coisas do Universo vibram com frequências diferentes, dependendo do seu nível de evolução.
Os sacerdotes revelaram que o Universo tem dois polos energéticos: o Amor e o Medo. O primeiro com uma altíssima frequência de vibração e o segundo com uma baixíssima frequência de vibração. O amor é neutro, não tem polaridade, não tem massa. É a energia que pertence ao plano mental e espiritual com livre arbítrio de cada ser, de acordo com sua evolução.
As leis enunciadas por Imhotep, são legados que se tornaram base do conhecimento hermético dos Maçons, Rosa Cruzes, Templários e outras Sociedades Secretas.
Texto baseado e alterado do original: http://migre.me/m7Yfm