Translate

segunda-feira, 4 de maio de 2015

O Telescópio Espacial Hubble capturou uma explosão inexplicada


O Observatório Espacial Hubble capturou uma explosão estelar paradoxal de natureza desconhecida. O fenômeno foi observado na constelação Eridanus durante duas semanas, após isso as explosões desapareceram.

A explosão estelar de origem desconhecida ocorreu há 7.800 milhões de anos  luz e foi observada por Steven Rodney, da Johns Hopkins University, em janeiro e junho de 2014. Em ambos os casos, a duração do fenômeno foi de duas semanas, mas é cedo demais para classificá-la como uma supernova, de acordo com os astrônomos. Também está provado ser 10 vezes mais fraca do que supernovas típicas, diz os relatórios da 'Nature' .

Os cientistas descartaram a possibilidade de se tratar de uma kilonova, uma fusão de duas estrelas de nêutrons ou uma estrela de nêutrons com um buraco negro. As kilonovas são muito incomuns e geralmente causam a emissão de raios gama ou raios-X.