Translate

terça-feira, 9 de junho de 2015

HANGAR 18


Nos anos 1950, quando os discos voadores começaram a alcançar extrema popularidade nos Estados Unidos, surgiram os primeiros boatos sobre o Hangar 18. Era um local supersecreto na base Wrighlt-Paterson, da Força Aérea, em Dayton, Ohio. O armazém nefando guardaria os destroços de vários OVNI’s acidentados ou abatidos pelos americanos. A primeira nave extraterrestre a ser levada para lá teria sido a que caíra em ROSWELL, Novo México, em 1947 - um dos casos mais rumorosos da ufologia mundial. No Hangar 18 também estariam os corpos de alienígenas GREYS resgatados dos destroços.
A existência do lugar foi denunciada no livro Behind the Flying Soucers (Henry Holt and Company, 1950), do jornalista Frank SculIy (não é coincidência, leitor atento: a personagem Dana Scully de ARQUIVO X foi batizada em homenagem a ele). Como era de se esperar, a Força Aérea negou a existência dos destroços extraterrestres, bem como do tal Hangar 18.
Na medida em que as investigações ufológicas se expandiram, o Hangar 18 foi aos poucos substituído pela maior e mais complexa ÁREA 51, base subterrânea mantida por humanos e extraterrestres no deserto de Nevada.