Translate

quarta-feira, 17 de junho de 2015

O que causou a extinção das espécies marinhas e terrestres?


O estudo das formações rochosas nos Emirados Árabes Unidos permitiu aos cientistas identificar as causas da extinção em massa de 252 milhões anos atrás que eliminou 90% das espécies marinhas e dois terços dos animais terrestres.

Um novo estudo, coordenado pela Universidade de Edimburgo e publicado na revista "Science" , identificou a causa de uma extinção em massa da fauna e da flora do planeta que ocorreu 252 milhões de anos atrás, que foi o aumento da acidez da água dos oceanos devido à atividade vulcânica extrema.

O fenômeno do Permiano-Triássico durou por um período de 60 mil anos, dizem os cientistas. A acidificação dos oceanos, que durou cerca de 10.000 anos, foi o catalisador para a fase mais mortal de extinção,  que deu o golpe final, a um ecossistema já instável. As temperaturas em elevação e perda de oxigênio nos oceanos já estavam sob pressão significativa sobre o meio ambiente.

Para descobrir as causas desta extinção, que eliminou 90% das espécies marinhas e dois terços dos animais terrestres, os pesquisadores desenterraram e estudaram formações rochosas  nos Emirados Árabes Unidos nesse período estiveram no fundo do oceano. Estas rochas, que mantêm um registo detalhado das mudanças das condições oceânicas, têm permitido aos cientistas desenvolver um modelo climático para descobrir o que causou a extinção.
RT