Translate

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Vídeo: Sonda da NASA mapeia alguns pontos brilhantes inexplicáveis em Ceres


A NASA acaba de lançar um novo mapa topográfico deslumbrante sobre o planeta anão Ceres, localizado no cinturão de asteróides entre Marte e Júpiter. Imagens tiradas pela sonda espacial Dawn revelou uma topografia diversificada cheia de picos, cordilheiras, crateras e pontos brilhantes misteriosos.

Imagens atuais da missão dasonda Dawn mostram miríades de crateras de impacto de asteróides e sinais de atividade geológica anterior, tais como deslizamentos de terra. Além disso, se visualiza a cratera com manchas brilhantes, e essa cratera foi nomeada de Occator em homenagem ao deus romano da agricultura, relata  NASA . Seu diâmetro é de cerca de 90 km. e a profundidade é de cerca de 4 km.
Ceres é o corpo maior que está no cinturão de asteróides entre Marte e Júpiter, mas ainda é muito pequeno em comparação com a Terra. Tem um diâmetro médio de cerca de 950 km, e apenas uma área de cerca de 38% do tamanho dos EUA.  O planeta anão é coberto com uma fina camada de poeira que esconde um vasto oceano abaixo. Os cientistas especulam  se o mar está completamente congelado ou não.

No entanto, o mais interessante de Ceres são os pontos brilhantes misteriosos que se revelaram através do telescópio e fotografias tiradas durante a missão Dawn. Estas características de superfície estranhas poderiam ajudar os cientistas a descobrir as origens do nosso sistema solar.

"O estudo de Ceres nos permite a pesquisa histórica do espaço, abrindo uma janela para o primeiro capítulo da história do nosso sistema solar. Os dados recolhidos através da missão  Dawn poderia contribuir para avanços significativos em nossa compreensão de como se formou o sistema solar ", disse Jim Green, diretor da Divisão de Ciências Planetárias da NASA .