Translate

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Hawking surpreende o mundo: "Os buracos negros podem transportar para outro universo"


Steven Hawking diz que podem ter resolvido um problema que tem incomodado a astrofísica por 40 anos: o paradoxo da perda de informações. Em uma recente conferência, o cientista apresentou uma nova idéia sobre como a informação pode escapar de buracos negros, afirmando que estes "não são tão negros quanto as pessoas pensam."

"A mensagem é que  os buracos negros  não são tão negros como eles pintam", disse Hawking em uma entrevista na terça-feira no Instituto Real de Tecnologia em Estocolmo, Suécia. "Eles não são prisões. As coisas podem sair de um buraco negro para o exterior e, possivelmente, em outro universo,".

Durante décadas, cientistas tentaram descobrir o que acontece com a informação relacionada com a morte de uma estrela que forma um buraco negro. Eles sabem que nada, nem mesmo a luz, pode escapar de um buraco desta natureza, devido à sua intensa atração gravitacional. E enquanto a mecânica quântica argumenta que a informação não pode ser destruída, a relatividade geral sustenta que deveria ser, levando a uma perda de paradoxo de informações.

Em 2004, Hawking propôs pela primeira vez que a informação poderia realmente escapar de um buraco negro, mas levou anos para entender como isso acontece. "Proponho que a informação não é armazenada dentro do buraco negro como esperado, mas em seus limites, no horizonte de eventos" e que a informação pode escapar, disse o especialista na conferência recente.

A chave para essa teoria é a radiação: Hawking diz que isso pode "coletar" informação e ir além do horizonte de eventos. Sem embreagem, o problema é que a informação é inútil. "A informação sobre as partículas de entrada é retornado, mas em uma forma caótica e inútil. Isso resulta em um paradoxo de informações. Para todos os efeitos práticos, a informação é perdida", disse ele.
RT

#Naty