Translate

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Jovem astrônoma chilena descobre planeta três vezes maior que Júpiter


Uma astrônoma chilena de 25 anos descobriu um planeta que tem três vezes o tamanho de Júpiter, orbita uma estrela vermelha maior que o Sol e está situado a cerca de 290 milhões anos-luz da Terra.
Maritza Soto, estudante de doutorado em Ciências na Universidad de Chile, trabalhou durante oito meses em dois telescópios do observatório La Silla, 600 quilômetros ao norte da capital Santiago.
Em novembro de 2014, Maritza descobriu o planeta agora registrado como HD110014b e seu trabalho foi publicado em uma revista da Royal Astronomical Society.
A descoberta de planetas na órbita de estrelas vermelhas gigantes é "pouco comum", pois se estima que apenas um a cada cinco planetas descobertos gira ao redor deste tipo de estrelas, disse à Agência Efe.
A distância de HD110014b para a estrela é equivalente a 0,6 da que existe entre a Terra e o Sol, similar à de Vênus no Sistema Solar.
"É como imaginar um planeta três vezes maior que Júpiter com a órbita de Vênus ao redor do Sol", explicou a astrônoma, que comentou que a estrela vermelha tem duas vezes o tamanho do Sol.
A estrela tinha um primeiro planeta em órbita descoberto anteriormente e o trabalho de Soto permitiu identificar outro planeta.
Para isso utilizou o método da velocidade radial, que consiste na medição do movimento de uma estrela quando tem um planeta em órbita, já que os planetas emitem um sinal muito fraco e são difíceis de se identificar.
"Os planetas são muito fracos se comparados com as estrelas e é preciso utilizar métodos indiretos para encontrá-los. Eu analisei os dados que tinham sido registrados durante anos para confirmar o primeiro planeta e descobri o segundo", relatou.