Translate

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Descobrem no Sudão 16 pirâmides de 2.000 anos com oferendas ao deus Osíris


Arqueólogos britânicos descobriram um antigo cemitério no Sudão que continha 16 pirâmides funerárias de 2.000 anos de idade. Abaixo deles estão os túmulos, um dos quais havia dentro  uma mesa de oferendas dedicado ao deus do submundo, Osiris.

Conforme relatado pelo portal Live Science, as pirâmides foram construídas perto da antiga cidade de Gematon, parte do reino de Kush. Uma equipe de cientistas do Museu Britânico, que está escavando na área há 17 anos, explica que estes edifícios foram construídos pelos kushitas para seus mortos a partir do ano 800AC e depois teve a queda do reino em 400 DC. "Até agora, temos escavado seis  pirâmides construídas em pedra e 10 de tijolos de barro", diz Derek Welsby, gerente assistente de Nubia do Sudão e do Museu Britânico.

Segundo os investigadores, a maior pirâmide é de cerca de 13 metros de altura e tem uma base de 11 metros de cada lado. Ao contrário dos antigos egípcios, as pirâmides sudanesas foram construídas não só para reis ou nobreza, mas também para as pessoas comuns, disse Welsby.

No entanto, em um túmulo os arqueólogos encontraram uma mesa de oferendas contendo uma escultura de uma oferenda de incenso para o governante do submundo, Osíris. Welsby acredita que este assunto indicam que nessa tumba foi provavelmente enterrado um membro sênior da família real.

Cientistas apontam que esta descoberta é particularmente importante porque muitos túmulos sob as pirâmides e outros túmulos conhecidos retangulares, foram saqueados por ladrões. A única tumba que foi encontrada intacta revelaram os restos de três bebês, 100 objetos de cerâmica, cristal e pérolas.
RT

#Naty