Translate

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Engenheiro da RAF diz que a MI5 está por detrás dos agroglifos falsos


David Clayton, um ex-engenheiro da Real Força Aérea (Reino Unido), diz que o serviço de segurança daquele país, a MI5 (Inteligência Militar), pagou para que as pessoas criassem agroglifos falsos, para assim esconder as provas genuínas de avistamentos de OVNIs,
De acordo com o site Express.co.uk, Clayton diz que a MI5 queria acobertar os avistamentos de OVNIs reais.
Clayton é um especialista em agroglifos e mutações animais, ditos serem causados quando alienígenas visitam a Terra.  Ele contou na conferência internacional UFO Truth Magazine sobre o plano da MI5 de esconder a verdade de que os alienígenas estão visitando o planeta.
Ele disse que viu agroglifos na década de 1980, não criados por pessoas e que tinham de ter origem alienígena.  Ele mencionou que as plantas dentro dos agroglifos não estavam achatadas por força física, mas sim por calor.
Clayton admite que a maioria dos agroglifos encontrados  na década de 1990 eram falsos, mas disse que alguns reais foram encontrados.
Quanto ao serviço de inteligência britânica ele disse: “A MI5 está pagando as pessoas para deixarem as águas turvas”.
Um outro pesquisador de OVNIs, Gary Heseltine, que organizou a conferência, disse que as autoridades deliberadamente criaram uma política de rebaixar ou desbancar quaisquer atividades inexplicáveis.
Heseltine também criticou a imprensa por não falar de forma séria sobre os agroglifos e OVNIs.  Ele disse que as pessoas que pesquisam os OVNIs “estão cansadas de serem ridicularizadas” por suas crenças.
A imprensa não está te tratando de forma justa.  Está na hora de levantar a viseira um pouco e olhar para as melhores evidências”, disse ele. “Se você fizer isso, você terá evidências esmagadoras de que ET está aqui e tem estado por muitos anos.”
Via: http://ovnihoje.com