Translate

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

REX DEUS


Segundo os autores do livro Rex Deus (Imago, 2002), os supostos descendentes de Jesus e MARIA MADALENA, que se refugiaram na Europa depois da crucificação do Messias, são conhecidos como famílias Rex Deus. Durante toda a Idade Média, a linhagem teria travado uma luta subterrânea contra a Igreja Católica, propagando conhecimentos esotéricos cifrados (as sagas do SANTO GRAAL e o Tarô) e apoiando ordens e seitas heréticas (os TEMPLÁRIOS e os CÁTAROS). O Rex Deus também teria promovido casamentos entre os membros e as principais casas dinásticas da Europa. O objetivo era obter o poder terreno para divulgar o verdadeiro ensinamento de Cristo. E aí começa o samba do crioulo esotérico doido.
Na primeira parte do livro, os autores insistem que Jesus era um rabino essênio engajado apenas na transformação da fé do seu povo e nem um pouco preocupado com os gentios. O deus-que-se-faz-carne e o próprio cristianismo seriam invencionices de PAULO DE TARSO. Mas então surge a pergunta inevitável: por que os descendentes desse mestre essênio, cuja linhagem podia ser traçada até o rei Davi, propagariam crenças esotéricas que nada tinham a ver com os ensinamentos do Deus dos seus ancestrais? Os autores driblam a coerência e afirmam, lá pelas tantas, que Jesus era um sacerdote gnóstico do deus egípcio Osíris, e não de Jeová. Aí fica difícil.
 Livro Conspirações - Tudo O Que Não Querem Que Você Saiba