Translate

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Cientistas buscando um planeta similar a Terra descobrem "um gêmeo de Vênus"


Os cientistas em seus esforços para encontrar planetas capazes de sustentar vida descobriram o maior planeta extra-solar até hoje. A sua superfície rochosa e proximidade com a Terra surpreendeu os astrônomos.
"Finalmente temos um alvo para mirar nossos telescópios e aprofundar o funcionamento de um exoplaneta rochoso e que o faz funcionar", disse Zachory Berta de Massachusetts Institute of Technology-Thompson (EUA).
Este novo exoplaneta rochoso conhecido como "GJ 1132b ', localizado relativamente perto do nosso sistema solar, é 16% maior do que a Terra e tem 38 anos-luz de distância, destaca o " The Independent ".
O estudo liderado por David Charbonneau do Centro Harvard-Smithsonian de Astrofísica, em Cambridge (Massachusetts, EUA) e publicado na revista 'Nature', argumenta que GJ 1132b foi descoberto durante o estudo da estrela Gliese 1132 e presume- ele tem um período de rotação em torno de sua estrela em 1,6 dias. Apesar de sua temperatura, que chega a 232, é até o "mais frio do que os outros planetas rochosos conhecidos (...) suficientes para reter uma atmosfera", acrescenta Thompson.
A particularidade de ter uma possível atmosfera vai fazer cientistas estudar sua composição química como metano atmosférico, ventos e os sinais que revelem a existência de vida extraterrestre.
"Nosso objetivo final é encontrar um gêmeo da Terra, mas no caminho temos encontrado um irmão gêmeo de Vênus. 
Facts about planet GJ1132b