Translate

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Mancha azul no Oceano Atlântico deixa cientistas em estado de alerta


Uma enorme e estranha mancha azul no Atlântico Norte preocupa os cientistas de todo o mundo. Trata-se de uma grande porção de água atipicamente fria em uma área próxima à Groelândia. Os pesquisadores acreditam que o derretimento das calotas polares poderia estar causando essa queda notável da temperatura oceânica. 



A Groelândia forma, junto com a Antártida, 99% do gelo de água doce da Terra, razão pela qual o impacto climático que essa descoberta implica é uma grande ameaça global, podendo modificar o fluxo normal do Atlântico. A Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês), nos Estados Unidos, adverte que a temperaturaoceânica da área diminui a cada ano e que o consequente aumento do nível do mar significa um grande perigo para as cidades litorâneas de todo o mundo.

Os especialistas afirmam que o fenômeno pode estar ocorrendo por causa da mudança climática que atinge diferentes lugares do planeta. Embora não estejam previstas alterações drásticas e imediatas, como as que vemos em filmes apocalípticos, as consequências da descoberta poderão colocar em risco a vida humana e causar desastres naturais, assim como variações muito fortes na temperatura mundial.