Translate

terça-feira, 3 de novembro de 2015

TERRA INVERTIDA


A Terra Invertida é uma variação do conceito da TERRA OCA. Os adeptos da Terra Oca acreditam que o planeta é oco, com aberturas nos pólos que levam ao reino subterrânio de AGARTHA. Os entusiastas da Terra Invertida também acreditam que o planeta é oco - mas nós é que estamos do lado de dentro.



Esta idéia foi formulada pelo curandeiro (ele se afirmava alquimista) americano Cyrus Teed (1839­-1908), de Utica, Nova York. Segundo Teed, o universo in­teiro está contido no interior do planeta. Não é a força de gravidade que nos mantém presos ao solo, mas sim a força centrífuga, pois a Terra gira em torno de si mesma. No cen­tro existe um sol rotativo que é metade brilhante e metade escuro - o que provoca os dias e as noites. A lua e as estre­las são apenas reflexos do sol nas montanhas geladas do lado oposto do planeta. “Conhecer a concavidade da Terra é conhecer Deus" declarou Cyrus Teed. "Negar isso é se opor a Ele e trabalhar pelo Anticristo”. Curiosamente, esta verdade cosmológica absoluta teria sido reveIada a Teed por uma certa Mãe do Universo, que certamente tem ins­piração pagã.

Quase ninguém levou a teoria da Terra lnvertida a sério - a não ser, é claro, os nazistas. Sempre eles. Em abril de 1942, o Terceiro Reich teria financiado uma expedição lidera­da por um certo dr. Heinz Fischer até a ilha de Rugen, no Báltico. O objetivo era apontar poderosos telescópios para o céu na esperança de fotografar a frota inglesa, ancorada no lado oposto do universo, isto é, da Terra. Não conseguiram.

Além de inventar a Terra Invertida, Cyrus Teed fundou uma seita chamada koreshans, sediada em Fort Myers, na Fiórida, que ele rebatizou como Nova Jerusalém. Pouco antes de morrer, em 1908, Teed afirmou que voltaria dos mortos. Seus discípulos fizeram vigília durante dois dias e nada. Só não esperaram mais porque as autoridades da Flórida resolveram enterrar o cadáver.

#Naty