Translate

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Mais de 300 baleias foram encontradas mortas em uma praia do Chile

 (Foto: Reprodução/Facebook)
Essa semana está cheia de notícias tristes sobre as baleias. No início da semana, a Islândia deu início à temporada de caça dos animais no país. Em protesto, o grupo Anonymous tirou vários dos sites do governo do ar. E hoje o veículoRed Deer News & Area divulgou que mais de 300 baleias foram encontradas mortas em uma praia do Chile
Em abril, durante uma inspeção aérea da angra da parte chilena da Patagônia, cientistas perceberam alguns restos de baleias. Estimava-se que o número de corpos fosse 30, porém a realidade é ainda mais dura do que se esperava: até agora foram encontrados os restos de 337 baleias em estado de decomposição

Ainda não se sabe ao certo o que ocorreu, mas os pesquisadores suspeitam que tenham a ver com uma alga que, ao florescer, libera toxinas na água. No momento os cientistas estão estudando o fenômeno e as autoridades chilenas deram início à uma investigação da morte dos animais. Os cientistas acreditam que sejam corpos debaleias-sei, a terceira maior espécie do animal. Elas chegam a ter até 18 metros de comprimento e estão em extinção por conta da venda comercial de baleias. Segundo o site The Dodo, a espécie perdeu 80% de sua população adulta ao longo das últimas três gerações e que só tenham restado 80 mil animais restantes.