Translate

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Colisão de asteroide em Júpiter foi avistada da Terra

Júpiter e Ganímedes (Foto: NASA/Michael Benson)
Foi confirmado: Júpiter foi atingido por um asteroide. Mas não se preocupe! O gigante gasoso saiu vitorioso da batalha e, aparentemente, está intacto e passa bem.

No vídeo abaixo, é possível ver um pequeno ponto luminoso no lado direito do planeta. Pode parecer insignificante, mas o resultado da explosão pode ter sido poderosíssimo.
O registro foi feito por um astrônomo amador da Áustria, que usou um mero telescópio de 20 centímetros para registrar o evento. Como o pequeno flash que há no vídeo pode ter sido um erro técnico do aparelho, o registro do astrônomo foi colocado em dúvida. Confira o vídeo:

Se você está com aqueles que acreditaram que foi apenas um pontinho brilhante, está enganado. Um astrônomo amador da Irlanda também registrou o evento, com um telescópio de 28 centímetros, corroborando a história do austríaco.
O pequeno ponto luminoso que atingiu o gigante gasoso é, na verdade, um pedaço de asteroide. Mas, considerando que o tamanho de Júpiter equivale a 1.321 vezes a extensão da Terra, essa rocha espacial poderia ter causado sérios danos se resolvesse dar as caras por aqui.

Deixando de lado as consequências catastróficas que um impacto dessa magnitude poderia causar na Terra, a moral da história é: fique de olho no céu! Você nunca sabe o que poderá ver.“Em média, um objeto atingiria Júpiter numa velocidade cinco vezes maior do que se atingisse a Terra. Ou seja, o impacto seria 25 vezes maior. O asteroide que caiu em Chelyabinsk, na Rússia, em 2013, explodiu com a energia de 500 mil dinamites. Imagine esse impacto 25 vezes maior”, explica o astrônomo Phil Plait. É por isso que o impacto foi visível aqui da Terra: sua intensidade foi realmente impressionante.