Translate

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015



As enigmáticas esferas rochosas da Costa Rica

Esferas rochosas da Costa Rica (Internet)



Quando trabalhadores da empresa norte-americana United Fruit (Companhia Unida de Frutas) começaram a limpar as florestas da Costa Rica para o plantio de bananas nos anos 1930, fizeram uma estranha descoberta.
Eles encontraram numerosas esferas rochosas, algumas muito grandes, situadas no meio da floresta. Exploradores reportaram sua existência pela primeira vez no século 19. Centenas de pedras foram descobertas. As menores se assemelham a bolas de futebol, enquanto as maiores são do tamanho de um carro pequeno, pesando 16 toneladas. Mas descobrir quem fez essas pedras, como e porque, tem se provado algo difícil.
John Hoopes, da Universidade do Kansas, que estudou as pedras, acredita que possivelmente todas as esferas conhecidas já tenham sido removidas de suas localidades originais ou até mesmo explodidas por caçadores de tesouro. A única maneira de datar as esferas é por contexto estratigráfico (determinar que tipo de solo as constitui), já que nenhum relato escrito ou pictórico existe.
John Hoopes, um professor de antropologia da Universidade do Kansas e diretor do Programa de Estudos das Nações Indígenas Globais, com uma esfera de pedra (Cortesia/John Hoopes)
John Hoopes, professor de antropologia da Universidade do Kansas e diretor do Programa de Estudos das Nações Indígenas Globais, ao lado de uma esfera rochosa (Cortesia/John Hoopes)
Algumas foram encontradas ao lado de cerâmicas provenientes da cultura Aguas Buenas (de 200 a.C. a 800 d.C.). Outras foram encontradas em locais de sepultamento que continham ornamentos de ouro datados de 1000 d.C.
Hoopes escreveu em seu website que “as bolas podem ter sido feitas em qualquer momento num período de 1800 anos. As primeiras esferas feitas provavelmente duraram várias gerações, durante as quais elas podem ter sido movidas ou até modificadas.”
“Muitas das bolas foram encontradas em alinhamentos, consistindo de linhas retas e curvas, bem como triângulos e paralelogramos.”
“Um grupo de quatro bolas foi encontrado organizado junto de um alinhamento orientado ao polo norte magnético. Isto levou a especulação de que elas foram organizadas por pessoas familiarizadas com o uso de compassos magnéticos ou alinhamentos astrológicos.”
“Infelizmente, todos os alinhamentos foram destruídos quando as bolas foram retiradas de suas localidades originais, então, as medidas registradas a quase 50 anos atrás não podem mais ser verificadas”, declarou Hoopes em seu website.
Esta falta de dados levou a uma variedade de especulações. Lendas locais afirmam que as pessoas tinham uma poção para suavizar ou alisar as pedras. Alguns autores sugerem que as esferas vieram do continente perdido da Atlântida ou que foram feitas por alienígenas.
Embora sejam um grande achado arqueológico, a origem das esferas rochosas continua sendo um mistério para a humanidade.