Translate

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Encontram debaixo do supervulcão de Yellowstone uma 'bolha' gigante de magma


Descobriram um segundo reservatório de magma sob a forma de bolha gigante sob o supervulcão do Parque Nacional de Yellowstone nos EUA. Segundo os cientistas, a quantidade de rocha fundida que contém seria suficiente para encher o Grand Canyon mais de 11 vezes.

Um grupo de cientistas da Universidade de Utah descobriram na crosta inferior do supervulcão de Yellowstone um novo magma em uma câmera gigante que alimenta o vulcão. De acordo com  "Science" , tem até uma profundidade de entre 20 e 50 quilômetros e tem um volume total de 46,000 km cúbicos. Isso seria suficiente para encher o Grand Canyon mais de 11 vezes ou a maior parte do Mar Cáspio.

Para  realizar a descoberta os cientistas se preocuparam em decifrar o elevado volume de dióxido de carbono gerado junto ao supervulcão: umas 45 toneladas diárias. O antigo depósito de magma descoberto em 2013 teria um volume muito mais modesto: ao redor de 10.000 km cúbicos, insuficiente para produzir tais emissões.



Cientistas americanos criaram um modelo tridimensional do vulcão (mostrado em castanho). A câmera recentemente descoberta, indicado em amarelo, encontra-se logo abaixo do seu "irmão mais novo" (em vermelho), que, por sua vez, está diretamente abaixo da superfície do Parque Nacional de Yellowstone.
RT