Translate

terça-feira, 7 de abril de 2015

O SISTEMA SINTÉTICO DE CONTROLE INTERDIMENSIONAL


A criação de uma realidade sintética para o controle da humanidade está mais real do que nunca, fazendo parte de um projeto muito antigo. A realidade de quarta densidade da Terra está sendo destruída, engendrada por seres mascarados que se apresentam como bem intencionados e salvadores do “inevitável” estado de guerra e intrigas constantes.
Estas consciências multidimensionais engendram um processo constante de oposição à integração, há muitas gerações. Somente entendendo o curso de nossa sociedade é possível notar sua constante influência. Entretanto, um ponto importante a ser percebido é o de que, não nos livraremos desta supressão até que nos conscientizemos e assim, consequentemente, comecemos a lidar com ele. Confrontar esse padrão é completamente possível se pararmos de enfiar as cabeças em buracos, tal e qual faz um avestruz.
A fonte deste problema é uma distorcida e controladora consciência que invade, permeando o ser divino de cada um – similar ao ataque de um vírus atuando através do campo interdimensional. Os efeitos medidos nesta densidade onde habitamos, podem ser traduzidos como o excesso de medo e falta de autoconfiança, no não ser bom o suficiente, ou não ter o suficiente; procrastinação, incapacidade de facear problemas e passar por eles, insensibilidade e dificuldade de mergulhar dentro de si mesmo em busca de respostas, ao invés de procura-las fora ao delegar seu próprio poder a falsas entidades e mal intencionados institutos de controle.
Note: eles tem o poder que as pessoas delegam a eles.
O excesso de consumismo é o resultado direto deste processo, o qual induz a consumir mais e mais produtos que não são necessários, naquele momento da vida da pessoa. Tudo se torna efêmero, de valor passageiro e assim é descartado enquanto ainda perfeitamente funcional e atual.
Todo este quadro cria pontos de cegueira na humanidade, tornando-a completamente suscetível a energia de intervenção.
De certa maneira, é possível entender tudo isso como resultado do ego - o que também é um componente do processo, pois é algo sobre o qual se perde o controle, na descrita sociedade invadida e manipulada.
Mas, os que já tem a sensibilidade e a capacidade de “sentir” as teias do sistema, percebem a tentativa de controle emocional tentando atuar no lugar de sua própria consciência, sem sucesso.
Estar consciente deste processo e saber lidar com ele transformou-se na chave da libertação, já que o sistema só consegue atuar através do completo estado de cegueira dos autômatos.
O humano dentro de você, o original, tem na verdade a capacidade de controle total sobre esse plano, basta vigiar conscientemente e diferenciar “quem” é que ordena cada passo e ato.
Uma maneira de tornar o controle efetivo é fornecer-nos comidas sintéticas como as industrializadas e os transgênicos. O contrário pode ser obtido com alimentos naturais, orgânicos e frescos. Da mesma maneira, sair da densidade das cidades cheias de ondas eletromagnéticas nocivas e entrar em contato com a natureza é como trocar de antena e sistema de calibração, permitindo reconectar com o nosso Eu Divino e saber quem é que deve comandar o processo. Assim, é possível escapar do limitado acesso a consciência que foi dada ao Homo sapiens – um ser propositadamente criado para ser limitado e servir na realidade sintética...mas o motivo por detrás de tudo, era esse mesmo....evoluirmos, aprendermos a sair do jogo denso e opressivo.
Chegamos a última fronteira, já passamos por quase todas! embora esta última pareça ser a mais difícil, devido a intensificação da oposição, estamos prestes a alcançar a liberdade: CONSCIÊNCIA É A CHAVE! Encontre a sua! DESPERTE!
M.C. Pereda
(Texto inspirado nos textos encontrados no site www.zengardner.com)