Translate

quinta-feira, 21 de maio de 2015

ESTADOS UNIDOS


Por que a nota de um dólar usa símbolo maçônico de "olho que tudo vê” sobre uma pirâmide? Simples. Os Estados Unidos são o resultado de uma “conspiração maçônica”. Embora o Departamento de Estado atribua um significado totalmente diferente ao símbolo (o país será duradouro como uma pirâmide, desde que guiado por Deus), a MAÇONARIA esteve profundamente envolvida na Guerra da Independência [1775-1783]. Assim como também se meteu na Inconfidência Mineira (1789) e na Revolução Francesa [1789]. As datas curi­osamente próximas sugerem uma certa organização mundial, ne c'est pas? Chegaremos lá.
Benjamin Franklin, Paul Revère, John Hancock, George Wa­shington e Thomas Jefferson, para citar apenas alguns líderes da insurreição americana, eram maçons. Conspirólogos argumentam que, embora os americanos tenham adotado os "bons" ideais da irmandade [liberdade, igualdade e fraternidade], também adotaram os "maus" (extremo individualismo, adoração pelo lucro e, e claro, o imperialismo). Afinal, a revolução - ou conspiração, se preferir - ainda não acabou. Depois de conquistar as 13 colônias, a maçonaria se lançou num ambicioso plano de dominação mun­dial que começou com a criação da liga das Nações em 1914. Nesta etapa, os maçons vão implantar um governo multinacional que terá os Estados Unidos como referência e liderança. Chato vai ser quando nos obrigarem a usar chapéu de Mickey Mouse.