Translate

sexta-feira, 8 de maio de 2015

Fornos de micro-ondas ajudam cientistas a confirmar origem extraterrestre de misteriosas rajadas de rádio


As chamadas Rajadas Rápidas de Rádio (FRB, Fast Radio Bursts, em inglês) foram detectadas acidentalmente, pela primeira vez, em 2007, pelo telescópio australiano Parkes. E, recentemente, uma equipe de cientistas da Universidade Tecnológica de Swinburne, na Austrália, coordenada por Emily Petroff, comprovou a semelhança existente entre as FRBs e os perytons, um tipo de interferência radial.


Ao estudar o comportamento dos perytons durante janeiro deste ano, os cientistas descobriram que, na verdade, eles são um subproduto de micro-ondas: irrompem no exato momento em que alguém abre a porta do seu forno para fazê-lo parar de funcionar. Os especialistas estabeleceram que todos os perytons descobertos pelo telescópio Parkes desde 1998 foram gerados por dois fornos de micro-ondas. Um deles estava debaixo do telescópio, e o outro no centro de visitantes do observatório.
Essa casualidade incrível permitiu que os cientistas concluíssem que o caráter artificial dos perytons comprovassem com certeza que as ondas da RFB não poderiam jamais ser geradas por processos naturais da atmosfera terrestre, o que evidencia uma natureza de origem extraterrestre.
O estudo completo foi publicado na biblioteca eletrônica da Universidade de Cornell.